Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Terça-feira 15 de Outubro de 2019

0 8
:
3 6
:
5 4

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra Lula ir para a prisão domiciliar?

Internauta AN

publicidade

Notícias / Economia

28 Out 2016 - 17:10

Telefônica poderá trocar multas por investimentos em qualidade

Do Agência Brasil

Publicidade

 A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje (27) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Grupo Telefônica, que vai permitir que a empresa troque multas aplicadas pelo órgão regulador por investimentos. Segundo a proposta, a Anatel poderá anular R$ 2,2 bilhões em multas aplicadas e estimadas se a empresa investir R$ 4,87 bilhões em ações de modernização e ampliação da rede e melhorias do atendimento aos usuários.

“A possibilidade de esse valor ser efetivamente investido no país representa uma evolução na capacidade, na cobertura dos serviços de banda larga fixa e móvel no país, representa uma melhoria no atendimento das principais demandas do consumidor. É algo que, a meu ver, resulta em um enorme interesse para a sociedade, um grande ganho, se comparado à opção de seguir com a cobrança regular das multas”, disse o relator da proposta, conselheiro Igor de Freitas. O TAC ainda terá que passar por análise do Tribunal de Contas da União.

As multas aplicadas à operadora pela Anatel são referentes a descumprimentos de obrigações de qualidade, universalização e direitos de usuários, além de interrupções do serviço. Até o final do TAC, que tem duração de quatro anos, a Anatel espera que a empresa chegue a 100% de cumprimento de metas de qualidade, que hoje está em 67,9%, além de melhorar a universalização dos serviços e reduzir as reclamações dos usuários.

Entre os projetos de investimento que a empresa terá que fazer em até quatro anos estão a ampliação da capacidade e da cobertura da rede de celular, a implantação da tecnologia 3G em municípios onde não há oferta desse serviço e a implantação da cobertura 4G em 152 municípios. Também deve ser implantado um projeto de ultrabanda larga, que levará rede de acesso de fibra ótica até o domicílio dos assinantes em 100 municípios, sendo 35 no estado de São Paulo e 65 fora do estado. “Deverá haver uma ampliação não só da qualidade como também na área atendida pelo grupo Telefônica”, disse Freitas.

A proposta da Anatel também prevê que a empresa disponibilize um aplicativo digital para que os consumidores possam consultar seu extrato detalhado de serviços utilizados e fazer reclamações. “As principais demandas dos consumidores devem estar disponíveis para auto-atendimento, para que a solução não dependa apenas de call-center”, disse Freitas. Nos primeiros seis meses após a assinatura do TAC, a empresa terá que entregar um projeto de implantação de uma ouvidoria para resolver os problemas dos usuários.

No início do ano, a Anatel havia aprovado um TAC com a operadora Oi para reverter R$ 1,2 bilhão em multas aplicadas à empresa em investimentos na melhoria dos serviços aos usuários. No entanto, o acordo foi suspenso por determinação do Tribunal de Contas da União por causa do processo de recuperação judicial da empresa.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet