Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Segunda-feira 14 de Outubro de 2019

2 2
:
1 1
:
1 6

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra Lula ir para a prisão domiciliar?

Campanha Publicitária

Internauta AN

publicidade

Notícias / Economia

28 Out 2016 - 18:20

Despesas de custeio têm queda real de 12% em 2016

Do Agência Brasil

Publicidade

 O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão anunciou hoje (27) que houve redução nos gastos de custeio (manutenção da máquina pública) de R$ 35,94 bilhões para R$ 33,67 bilhões, ou seja, de 12%, de janeiro a setembro deste ano ante o mesmo período de 2015. A queda é em termos reais, já descontada a inflação do período.

A economia é resultado de redução real nas despesas com quase todos os serviços usados pelos órgãos públicos, entre eles, serviços de apoio (como secretariado e limpeza), material de consumo, locação e conservação de bens imóveis, energia elétrica e água. A única rubrica na qual houve aumento de gastos foi “Outros”, com alta de 171,5% na comparação com 2015.

Segundo o ministro interino do Planejamento, Dyogo de Oliveira, o motivo é que essa categoria abarca o pagamento de tarifas bancárias que estavam em atraso. Segundo ele, não é uma despesa representativa, já que, de janeiro a setembro, a rubrica respondeu por 5% dos desembolsos.

A maior redução de despesas foi com serviços de apoio, que registraram queda de 27,3% em termos reais. Os gastos com a rubrica respondem pela maior parte da despesa de custeio dos órgãos do Executivo: 45%.

Segundo Dyogo de Oliveira, a queda nos gastos é resultado de uma política para racionalizar os custos do governo federal adotada desde o ano passado. “É resultado de um conjunto amplo de ações que nós temos tomado, incluindo a maneira como se compram passagens”, exemplificou. De acordo com ele, o governo deve anunciar novas ações de economia em breve.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet