Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Quarta-feira 16 de Outubro de 2019

1 9
:
0 0
:
2 2

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra Lula ir para a prisão domiciliar?

Campanha Publicitária

Internauta AN

Notícias / Economia

22 Dez 2016 - 10:00

Vendas nos supermercados em novembro têm melhor resultado desde abril de 2014

Desempenho do setor tem sido ajudado pela desaceleração da inflação dos alimentos

Do R7

Publicidade

 As vendas do setor supermercadista em novembro deste ano tiveram um crescimento que o setor não via desde antes do início da crise de consumo, surgida no segundo semestre de 2014.

Segundo a Abras (Associação Brasileira de Supermercados), o setor teve crescimento real de 5% nas vendas no o mês passado, na comparação com igual mês no ano anterior. Trata-se do melhor resultado desde abril de 2014, quando as vendas subiram 10,3% na comparação anual.

Considerando apenas o mês de novembro, a última vez que o crescimento real superou os 5% foi em 2013. Em novembro daquele ano, as vendas subiram 9,78% em termos reais ante mesmo mês do ano anterior.

Após ter registrado perdas reais no primeiro semestre deste ano, o setor de supermercados começou a esboçar uma tendência mais positiva de vendas a partir de julho. Nos últimos meses, o desempenho vem sendo ajudado ainda por uma desaceleração da inflação de alimentos.

Em novembro de 2016, os preços de alimentos tiveram queda de 0,2% na comparação com outubro, de acordo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) enquanto o indicador geral apresentou crescimento de 0,18% na mesma comparação.

Após o resultado das vendas em novembro surpreender positivamente o setor, a Abras já admite que o resultado do ano pode ficar acima da projeção da entidade, que é de crescimento ente 1% e 1,2% em 2016 ante 2015. Nos 11 meses do ano até novembro, a alta real é de 1,51%.

O resultado acumulado até novembro foi melhor do que prevíamos, e isso nos dá um otimismo maior para dezembro, época de maior venda do setor", afirmou, em nota, o superintendente da Abras, Márcio Milan.

— Muitas pessoas estão deixando as compras de Natal para a última hora com o objetivo de aproveitar algumas promoções.

Acumulado

No acumulado de 11 meses de 2016, as vendas do setor aumentaram 1,51% em termos reais ante os mesmos meses de 2015. Todos os valores foram deflacionados pelo IPCA.

O resultado acumulado até novembro está levemente acima da projeção da entidade para o ano. A Abras estimou crescimento real entre 1% e 1,2% nas vendas em 2016.

Em termos nominais, a alta nas vendas em novembro foi de 12,34% na comparação com o mesmo mês de 2015. Já o resultado acumulado de 11 meses é de crescimento nominal de 10,15% ante o mesmo período do ano anterior.

Cesta básica

O preço da cesta de itens básicos nos supermercados brasileiros caiu 0,82% em novembro na comparação com outubro deste ano, de acordo com a Abrasmercado, cesta composta por 35 produtos de largo consumo pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da Abras.

O preço total da cesta saiu de R$ 484,67 em outubro para R$ 480,69 em novembro. Já na comparação com outubro de 2015, o preço subiu 10,43%.

Entre as maiores altas do mês passado estão itens como cebola, (+ 9,42%), açúcar (+ 4,28%) e café (+ 3,75%). Já as maiores quedas foram encabeçadas por tomate (- 16,6%), feijão (- 12,31%) e batata (- 10,36%).

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet