Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Quinta-feira 12 de Dezembro de 2019

1 1
:
0 2
:
4 0

Últimas Noticias

Notícias / Educação

17 Jan 2017 - 10:00

FMI reduz previsão de crescimento do Brasil em 2017

Do Terra

Publicidade

 O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu nessa segunda-feira (16) a previsão de crescimento do Brasil de 0,5 %, divulgada em outubro, para 0,2% neste ano. A redução indica que a recuperação da economia será mais lenta do que o previsto.

O FMI prevê que o Brasil sairá ainda em 2017 da recessão dos últimos dois anos, que registrou contrações no Produto Interno Bruto (PIB) de 3,8% e 3,5%, respectivamente. No relatório Panorama Econômico Global, órgão manteve a previsão de crescimento do país de 1,5% para 2018.


Publicidade

Segundo o Fundo, a recuperação lenta do Brasil reduzirá o crescimento em toda a América Latina neste ano, previsto para 1,2%.

"Na América Latina, o declínio do crescimento reflete, em grande medida, as expectativas da recuperação de curto prazo na Argentina e no Brasil, depois de um crescimento mais fraco do que o esperado no segundo semestre de 2016 e à maior resistência à incerteza no México e à deterioração contínua na Venezuela", afirmou o FMI, em nota.

O Fundo manteve ainda as previsões feitas em outubro para o crescimento global, estimando um crescimento econômico de 3,4% neste ano e 3,6% no próximo. A economia deverá ganhar ritmo em 2017 e 2018, especialmente, em mercados emergentes e em países em desenvolvimento.

"No entanto, há uma grande dispersão dos resultados possíveis em torno das projeções, dada a incerteza em torno da orientação da política de administração dos EUA, bem como das suas implicações globais", cita o documento.

O Fundo melhorou as projeções para as economias desenvolvidas, que deverão crescer 1,9% em 2017 - mais 0,1 pontos percentuais do que o estimado em outubro - e 2,0% em 2018 - 0,2 pontos percentuais acima das últimas previsões realizadas.

Já os Estados Unidos deverão crescer 2,3% em 2017 (uma alta de 0,1 pontos percentuais) e 2,5% em 2018. Para a zona euro, o FMI estima que o PIB aumente 1,6% este ano, contra uma projeção de 1,5% realizada em outubro, e para 2018 antecipa uma manutenção do crescimento dos países que partilham a moeda única europeia, em 1,6%.


Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet