Agência da Notícia

Portal Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 26 de Setembro de 2017

1 8
:
4 6
:
1 7

Últimas Noticias

Torpedos

DIVIDA AUMENTANDO

ATENÇÃO POVO DE SÃO FÉLIX: A PREFEITA JANAILZA NÃO TEM PAGO A PREVIDÊNCIA, A EMPRESA DA COLETA DE...

Agua

JBS Apresenta documento de terceiros e montar uma capitação de água em Porto Alegre, a população se...

Coleta de lixo em Confresa

É uma vergonha o que acontece com a coleta de lixo na cidade de Confresa. O lixo chega a ficar...

Classificados

Casa alugar

Cidade: Confresa

Anunciante: Valdirene

Valor: Um salario mínimo

Casa

Cidade: campo grande

Anunciante: Leticia

Valor: a combinar

chacara

Cidade: confresa

Anunciante: Heloisa

Valor: a combinar

Newsletter

Notícias / Geral

20 Abr 2017 - 13:46

Mais uma garota tenta se matar por causa do jogo "Baleia Azul"

Jovem de 22 anos foi socorrida e levada ao hospital; seu estado de saúde não foi informado

Mídia News

Reprodução/Ilustrativa

 (Crédito: Reprodução/Ilustrativa)
 Uma jovem de 22 anos, de identidade não informada, tentou cometer suicídio na manhã desta quinta-feira (20), em Santa Terezinha.

Segundo a Polícia Militar, a garota estaria participando do “Desafio da Baleia Azul” - que instiga adolescentes e jovens a realizarem uma série de missões chocantes e, por fim, o suicídio.

A informação foi confirmada pelo tenente coronel da PM, Joel Outo. De acordo com ele, a jovem já estava sendo monitorada, porém nesta manhã tentou cometer suicídio cortando todo o corpo.

Conforme o coronel, a jovem chegou a ser socorrida e encaminhada para uma unidade de saúde da cidade. Seu estado de saúde não foi informado.

“Eu descobri que ela estava participando através de outro grupo de WhatsApp - que não tem nada a ver com o jogo da Baleia Azul -, porque um rapaz desconfiou pelo que ela postava nos grupos e procurou a PM para relatar. Foi quando eu acessei o Facebook dela e vi as mensagens. Depois essa pessoa me passou o número do celular dela e tentei entrar em contato com ela”, contou.

O policial disse que tentou manter contato com a jovem por várias vezes, inclusive mandando mensagens via WhatsApp.

“Mandei mensagens para ela, falei quem eu era, disse que trabalhava com jovens e adolescentes. Também falei do jogo Baleia Azul, eu disse que o tal do ‘curador’ [ pessoa que controla o jogo] não tinha condições de fazer nenhum mal para ela. Eu mandei mensagem por quase 4 horas e ela não respondia. Aí depois de algum tempo, ela mandou apenas um ‘oi’ e uma carinha chorando e logo abaixo escreveu: “ajude-me””.

Segundo o coronel Joel, a situação da jovem é bastante crítica, pois ela não tem acompanhamento familiar e a prefeitura também não possui qualquer tipo de assistência para essas situações.

Inserir comentário

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

  • por Leidy, em 20 Abr 2017 às 18:51

    Nossa! Que triste! Parabéns a esse policial.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet