Agência da Notícia

Portal Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 21 de Novembro de 2017

2 0
:
5 8
:
4 9

Últimas Noticias

Torpedos

Estrada do guardanapo

Está uma vergonha a estrada entre Espigão do Leste e Canabrava do norte, todo ano a mesma coisa e...

ONIBUS ESCOLAR

Há algum tempo abordei aqui mesmo um assunto de suma importância. Referente ao transporte escolar...

SAÚDE EM CONFRESA

Acho um absurdo o que Acontece com o Hospital em Confresa e com os PSF, pois a Sociedade não tem...

Enquete

Na sua opinião em 10 meses de governo, qual desses sete prefeitos está se saindo melhor?

Classificados

Lote Comercial Jardim do Edem

Cidade: confresa

Anunciante: Devande

Valor: 150.000,00

Home Studio (Estúdio de audio)

Cidade: Vila Rica

Anunciante: Ian

Valor: R$ 1800,00

Procuro Kitnet para Alugar

Cidade: Confresa

Anunciante: PAULO LANFRANCHI

Valor: a combinsr

Newsletter

Notícias / Geral

21 Abr 2017 - 08:28

'Cafetinas' são presas por exploração sexual no Araguaia

Agência da Notícia com Gazeta Digital

 
Duas mulheres foram presas em Ribeirão Cascalheira (900 km a leste de Cuiabá), acusadas de explorarem a prostituição no município. Crime de rufianismo, conhecido popularmente como o praticado por "cafetões", tira proveito da prostituição alheia.

As suspeitas Maria Conceição de Jesus, 37 e Aldicelia Cohen Neves, 30, foram localizadas nos 2 bares onde funcionavam os locais de prostituição. Cinco mulheres foram encontradas em quartos nos bares, onde eram vendidas bebidas alcoólicas aos clientes.

Segundo a Polícia Militar, o "Bar da Rosi" e o "Bar da Vânia" são pontos de prostituição na cidade. Em um dos bares, policiais encontraram um caderno de anotações, com nomes das mulheres que alugavam os quartos. Máquinas de cartões de crédito foram apreendidas.

As suspeitas foram presas por determinação de mandado de prisão expedido pela juíza Janaína Cristina de Almeida. Pena para o tipo de crime é de reclusão de 1 a 4 anos, e multa.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet