Agência da Notícia

Portal Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 27 de Junho de 2017

2 2
:
4 8
:
5 6

Últimas Noticias

Torpedos

Descontente com P.A.N/MT

Bom Dia/Boa Tarde/Boa Noite. Pra Porto Alegre do Norte, so tem uma solução. (DEUS.) Porque se...

contentes do PAN

Até agora não entendo o Prefeito de Porto Alegre ja estamos em junho e os servidores publicos estao...

VEREADORES DE CONFRESA

Sr Vereadores de confresa, a muito venho observando que a atuaçao de vcs em confresa esta deixando...

Classificados

Anuncio de Contratação

Cidade: Confresa

Anunciante: Castrillon Autopeças

Valor: a combinar

Supermercado

Cidade: Confresa

Anunciante: Fernanda

Valor: A combinar

TERRA

Cidade: Confresa

Anunciante: Fernanda

Valor: A combinar

Newsletter

Notícias / Geral

19 Jun 2017 - 07:53

Setas compõe grupo de trabalho para acolhimento humanizado

Agência da Notícia com redação

 

A Secretaria de Estado de Trabalho de Assistência Social (Setas-MT) acompanha o atendimento às pessoas em situação de rua e dependentes químicos que ocupam a região do Largo do Rosário, chamada de Ilha da Banana, no Centro de Cuiabá. O titular da Setas, Max Russi, e outros representantes da órfão compõem o grupo de trabalho formado para criar estratégias, a fim de minimizar as dificuldades desse público.

Desde o início das demolições, no domingo (11.06), 43 pessoas já aceitaram deixar um dos casarões da Ilha da Banana, bem como localidades próximas ao Morro da Luz, e estão alojadas agora em sete comunidades terapêuticas. Nessas unidades, o grupo recebe higienização e alimentação.

O trabalho é realizado por voluntários das casas, assistentes sociais ligados ao Município e representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com apoio do Governo do Estado. Outras 10 pessoas receberão passagens para retornarem às cidades de origem.

O secretário Max Russi afirmou que, por meio da secretaria-adjunta de Assistência Social, a Setas presta apoio contínuo, técnico e econômico ao município de Cuiabá, com o repasse do cofinanciamento social para o acolhimento de adultos em situação de rua.

Em reunião realizada na última terça-feira (13.06), o assessor especial da Setas, José Rodrigues Rocha, propôs a criação de uma mesa de negociação que traga para os debates os Ministérios Públicos, a Justiça, Defensoria Pública, Legislativos municipal e estadual, e órgãos públicos envolvidos. “Temos que separar a discussão de hoje em três: demolição da Ilha da Banana, política voltada a moradores em situação de rua, e segurança pública. Precisamos de todos os autores envolvidos para que o processo não pare e tenha resolução efetiva”, acrescentou.

Ao término da reunião, foram definidos os seguintes encaminhamentos: revitalizar o Morro da Luz; a reativar o Centro POP (a definir o local); fechar casas de prostituição no Centro Histórico da Capital e imóveis abandonados; acelerar a implantação da rede de atenção psicossocial (Raps), com a respectiva implantação do Centro de Atenção Psicossocial (Caps 3) e unidades de acolhimento infantojuvenil e adulto; ampliar o atendimento para pessoas com transtorno mental (infantojuvenil) por 24 horas; e acelerar a apreciação do Projeto de Lei (PL) na Assembleia Legislativa (ALMT), que prevê a implantação da política pública de assistência à população em situação de rua.


Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet