Agência da Notícia

Portal Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 17 de Dezembro de 2017

0 4
:
1 2
:
1 5

Últimas Noticias

Torpedos

Vandalismo

Algum idiota, debilóide, inútil que não tem mais o que fazer resolveu fazer gracinha na última...

Lixo na cidade

A Prefeitura tá de sacanagem com a população da Vila 2000 né, primeiro desde a última segunda feira...

Estrada do guardanapo

Está uma vergonha a estrada entre Espigão do Leste e Canabrava do norte, todo ano a mesma coisa e...

Classificados

Lote

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaqueline

Valor: 25.000,00

chacara

Cidade: confresa

Anunciante: Heloisa

Valor: 17.500,00

Terreno

Cidade: Confresa

Anunciante: Aguinaldo

Valor: 55 mil

Newsletter

Notícias / Geral

19 Jun 2017 - 07:55

Disque-denúncia da PJC auxilia na elucidação de crimes em todo estado

Agência da Notícia com redação

Era manhã do dia 18 de maio deste ano quando o disque-denúncia da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT) recebeu informações de que um dos suspeitos de um latrocínio ocorrido no dia anterior no bairro Figueirinha, em Várzea Grande, estaria escondido em um matagal.

Imediatamente, a denúncia foi repassada à Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande para verificação do fato. “Já tínhamos informações preliminares acerca das autorias, e a denúncia fortaleceu as diligências até elucidação do crime”, destacou a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes.

A denúncia que contribuiu para o trabalho investigativo da polícia foi apenas uma dentre as mais de 90 mil que já chegaram até o número 197 desde 2004, quando a ferramenta começou a funcionar em Mato Grosso.

Somente de 1º de janeiro a 13 de junho deste ano, chegaram até o número de emergência da Polícia Civil 3.646 denúncias, entre casos de estelionato, roubo, porte ilegal de arma de fogo, uso ou porte de droga, informações sobre fugitivos, furto e roubo de veículos, entre outras.

O tráfico de drogas é o crime com maior registro de denúncias via 197, correspondendo a mais de 40% dos casos. De janeiro a 13 de junho deste ano, o número de emergência da Polícia Civil recebeu 1.487 denúncias do tipo.

Há cerca de um mês, a Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE) de Cuiabá conseguiu prender duas pessoas em flagrante e apreendeu seis quilos de pasta base de cocaína com a ajuda de informações repassadas pelo 197.

“Recebemos informações via disque-denúncia de que uma moto que estávamos monitorando por suspeita de envolvimento em tráfico de droga estaria em um posto de combustível, em Cuiabá, com duas pessoas suspeitas. Nossos policiais foram até o local e acompanharam a movimentação dos suspeitos até conseguirem realizar o flagrante, com a apreensão dos seis quilos da droga”, contou o delegado titular da DRE, Vitor Chab Domingues.

O delegado explica que hoje a DRE conta com dois policiais que trabalham com análise criminal e filtram todas as denúncias anônimas que chegam via 197 ou até mesmo pelo canal do aplicativo Whatsapp que a delegacia possui.

“Os números disponibilizados para denúncias são muito importantes para ajudar as forças de segurança no combate à criminalidade e, no nosso caso, a repressão ao tráfico de drogas. É fundamental para o trabalho da polícia que a sociedade confie e denuncie”, disse Vitor.

Canais de denúncia

O disque-denúncia é uma ferramenta que contribui para o fortalecimento do conjunto probatório e a elucidação de crimes. Em Mato Grosso, a Polícia Civil dispõe de dois números para que o cidadão denuncie a prática de crime ou algum suspeito, de forma anônima e sigilosa: o 197 e 181.

Os números funcionam 24 horas por dia e as ligações podem ser feitas por telefone fixo, móvel ou público. Na Capital, as chamadas são centralizadas no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), e no interior do estado nas Delegacias de Polícia.

“Toda ferramenta de denúncia tem sua importância. Pedimos que a sociedade continue acreditando na polícia, nos ajudando, fazendo denúncias com presteza de informação, pois isso nos auxilia na agilidade do processo de investigação”, disse a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes.

Simultaneamente ao 197 e 181, a Polícia Civil também disponibiliza outros canais de denúncia para o cidadão, como o telefone celular (65) 9 9991-1197, com aplicativo de whatsapp para encaminhamento de imagens, fotos e vídeos, e também o número fixo(65) 3613-6997, além dos e-mails denunciapc197@pjc.mt.gov.br e ciospdenuncia@sesp.mt.gov.br.  

Para denúncias sobre tráfico de drogas em Cuiabá e Várzea Grande, a Polícia Civil, por meio da DRE, conta com o número (65) 9 9989-0071.

Ciosp

Os números de denúncias 197 e 181 da Polícia Civil estão entre os telefones de emergência do Ciosp, que conta também com os números 190 (Polícia Militar), 193 (Corpo de Bombeiros), 118 (Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá – SEMOB) e 199 (Defesa Civil).

Por meio do 190, da Polícia Militar, a população pode comunicar sobre ocorrências de emergência em geral. Já pelo número 193, o cidadão pode informar ocorrências de emergência de competência do Corpo de Bombeiros, como incêndio, afogamento, resgate de animais, entre outras.

Ocorrências de emergência que envolvam o trânsito em Cuiabá podem ser comunicadas por meio do número 118, da SEMOB. Já situações envolvendo desastres naturais, como enchentes, desabamentos ou inundações, podem ser informadas via 199, da Defesa Civil.

A central de emergência da Segurança Pública conta com equipes para atender as ocorrências e denúncias 24 horas por dia. Além do atendimento e despacho das ocorrências, o Ciosp também dispõe de sistema de videomonitoramento com 105 câmeras instaladas em pontos estratégicos de Cuiabá e Várzea Grande.


Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet