Agência da Notícia

Portal Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 17 de Dezembro de 2017

0 4
:
0 1
:
5 0

Últimas Noticias

Torpedos

Vandalismo

Algum idiota, debilóide, inútil que não tem mais o que fazer resolveu fazer gracinha na última...

Lixo na cidade

A Prefeitura tá de sacanagem com a população da Vila 2000 né, primeiro desde a última segunda feira...

Estrada do guardanapo

Está uma vergonha a estrada entre Espigão do Leste e Canabrava do norte, todo ano a mesma coisa e...

Classificados

Lote

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaqueline

Valor: 25.000,00

chacara

Cidade: confresa

Anunciante: Heloisa

Valor: 17.500,00

Terreno

Cidade: Confresa

Anunciante: Aguinaldo

Valor: 55 mil

Newsletter

Notícias / Geral

12 Ago 2017 - 08:25

Mapa do Turismo de Mato Grosso é validado pelo MTur; Região Araguaia é destaque.

Além disso, também foi levado em conta o fato de Mato Grosso ter dimensões muito extensas e, por questões de logística e organização, foi necessário fazer algumas adaptações.

Agência da Notícia com Redação

Agência da Notícia/Reprodução

 (Crédito: Agência da Notícia/Reprodução)
O Ministério do Turismo (MTur) divulgará, até setembro deste ano, o novo Mapa do Turismo Brasileiro. Mato Grosso integra a lista oficial com 94 municípios, que formam 16 Regiões Turísticas. É por meio deste programa que o MTur e os Estados podem ter uma orientação melhor para tomada de decisões sobre políticas públicas voltadas ao turismo. 

Em 2016, o Mapa de Mato Grosso era composto por 77 cidades e 14 Regiões, e o aumento registrado no número de adesões este ano se deu, muito em parte, graças às ações realizadas pela Secretaria Adjunta de Turismo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT). Entre elas, estão diversas reuniões e uma oficina, em Cuiabá, para atualização do Mapa.

Além disso, também foi levado em conta o fato de Mato Grosso ter dimensões muito extensas e, por questões de logística e organização, foi necessário fazer algumas adaptações. “Constatamos, por meio dos nossos encontros com os gestores que, muitas vezes, ficava difícil para eles realizarem as reuniões com todos os municípios, devido à distância. Então, foi proposta a criação de novas regiões que comportassem cidades mais próximas, facilitando essa comunicação entre elas”, explica o secretário-adjunto de Turismo da Sedec, Luis Carlos Nigro.

A participação no Mapa do MTur, além de servir como uma imensa vitrine online para pesquisas e consultas dos viajantes do Brasil e do mundo, traz, como uma das principais vantagens, a facilidade em obter recursos federais. Isso porque, de acordo com a Portaria MTur nº 182/2016, pelo menos 90% da programação orçamentária anual do Ministério do Turismo devem ser destinados aos Estados, Regiões Turísticas e municípios que participam do Mapa do Turismo Brasileiro.

Para integrar este Mapa 2017/2019, o MTur exigiu dos municípios que possuíssem um órgão municipal de Turismo, orçamento exclusivo para o turismo e assinatura de um Termo de Compromisso para criação de Conselho e Fundo Municipal do Turismo e um Plano Estratégico. Outras questões também são levadas em consideração para a inclusão de municípios nas regiões formadas, como, por exemplo, a proximidade geográfica e características de similaridade, como aspectos sociais, econômicos e culturais.

Para Nigro, o desafio agora é que os municípios se mantenham organizados, pois, possivelmente, novas exigências deverão ser impostas pelo MTur  para a atualização dos próximos Mapas. “O MTur estabeleceu que a cada dois anos o Mapa deverá ser atualizado, antes não tinha período definido. Por isso, a tendência é que fiquem mais exigentes e, sendo assim, os municípios terão que se manter em constante movimento, atentos ao cumprimento das exigências”, ressalta o gestor.

Confira o atual Mapa do Turismo Brasileiro – Mato Grosso:

Região Turística Amazônia Mato-Grossense: Alta Floresta; Carlinda; Nova Bandeirantes; Paranaíta.
Região Turística Portal da Amazônia: Colíder; Guarantã do Norte; Itaúba; Matupá; Nova Canaã do Norte; Nova Santa Helena; Peixoto de Azevedo.

Região Turística Vale do Juruena: Aripuanã; Juína; Juruena;
Região Turística Portal do Agronegócio: Cláudia; Lucas do Rio Verde; Nova Mutum; Nova Ubiratã; Sinop; Sorriso; Tapurah.

Região Turística Vale do Arinos: Juara; Novo Horizonte do Norte; Porto dos Gaúchos; Tabaporã.
Região Turística das Nascentes: Barra do Bugres; Brasnorte; Campo Novo do Parecis; Campos de Júlio; Porto Estrela; Sapezal; Tangará da Serra.

Região Turística Vale do Guaporé: Comodoro; Conquista D'Oeste; Figueirópolis D'Oeste; Jauru; Nova Lacerda; Pontes e Lacerda; Vila Bela da Santíssima Trindade.

Região Turística Vale do Cabaçal: Curvelândia; Lambari D'Oeste;
Mirassol D'Oeste; Reserva do Cabaçal; Rio Branco; Salto do Céu; São José dos Quatro Marcos.

Região Turística Pantanal Mato-Grossense: Barão de Melgaço; Cáceres; Nossa Senhora do Livramento; Poconé; Santo Antônio do Leverger.

Região Turística Circuito das Águas: Chapada dos Guimarães; Diamantino; Jangada; Nobres; Nova Brasilândia; Nortelândia; Rosário Oeste; São José do Rio Claro.

Região Turística Metropolitana: Cuiabá; Várzea Grande.

Região Turística Vale do São Lourenço: Campo Verde; Dom Aquino; Jaciara; Juscimeira; São Pedro da Cipa.
Região Turística Rota dos Ipês e das Águas: Itiquira; Paranatinga; Pedra Preta; Poxoréo; Primavera do Leste; Rondonópolis.

Região Turística Domo de Araguainha: Alto Araguaia; Alto Garças; Alto Taquari; Araguainha; Guiratinga; Ponte Branca; Tesouro; Torixoréu.

Região Turística Portal do Araguaia: Barra do Garças; Campinápolis; Canarana; Cocalinho; Gaúcha do Norte; Nova Xavantina; Novo São Joaquim; Pontal do Araguaia; Ribeirão; Cascalheira.

Região Turística Vale do Araguaia: Canabrava do Norte; Confresa; Luciara; Santa Terezinha; São Félix do Araguaia.
 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet