Agência da Notícia

Portal Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 17 de Dezembro de 2017

0 3
:
5 2
:
2 4

Últimas Noticias

Torpedos

Vandalismo

Algum idiota, debilóide, inútil que não tem mais o que fazer resolveu fazer gracinha na última...

Lixo na cidade

A Prefeitura tá de sacanagem com a população da Vila 2000 né, primeiro desde a última segunda feira...

Estrada do guardanapo

Está uma vergonha a estrada entre Espigão do Leste e Canabrava do norte, todo ano a mesma coisa e...

Classificados

Lote

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaqueline

Valor: 25.000,00

chacara

Cidade: confresa

Anunciante: Heloisa

Valor: 17.500,00

Terreno

Cidade: Confresa

Anunciante: Aguinaldo

Valor: 55 mil

Newsletter

Notícias / Agronegócio

7 Dez 2017 - 09:32

Biosev prevê queda em safra de cana 2018/19 do centro-sul; vê maior demanda por etanol

Agência da Notícia com Reuters

As usinas em geral reduziram a renovação de canaviais e cortaram o trato cultural para diminuir custos, o que levou a companhia a estimar uma menor safra no próximo ano, disse o CEO da Biosev , Rui Chammas, a repórteres após apresentação a investidores em São Paulo.

"Também temos visto usinas paradas. Suspendemos a produção em uma planta, a Raízen desligou outras duas, a Renuka demitiu muitos funcionários e pode não operar na próxima safra", disse Chammas.

Tais fechamentos de usinas devem reduzir a capacidade de moagem no centro-sul do Brasil.

Chammas acrescentou que a Biosev, segunda maior processadora de cana do mundo, atrás apenas da Raízen, optou por impulsionar o corte de custos mais cedo neste ano, preparando-se para um possível mercado com preços de açúcar mais baixos.

Mas as mudanças nas cotações do petróleo e uma nova política de formação de preços de combustíveis pela Petrobras, em linha com valores internacionais, melhoraram os prognósticos para vendas domésticas de etanol, o que pode acarretar em alta nos futuros do açúcar.

A Biosev espera que a alta no petróleo e na gasolina e a recuperação da economia brasileira impulsionem a demanda por álcool mais barato nos próximos meses. Ambos os combustíveis são concorrentes diretos no Brasil, já que boa parte da frota de veículos do país se move tanto a etanol quanto a gasolina.

A empresa também vê a aprovação do RenovaBio na Câmara dos Deputados como algo positivo.

Chammas disse que a companhia está ativamente acompanhando os futuros da gasolina nos Estados Unidos como um meio de ajustar sua estratégia para o etanol no Brasil. Ele avalia que no curto prazo poderá ser possível para as usinas realizar o hedge de vendas de etanol usando-se tais futuros, desde que fique claro que a Petrobras manterá sua política de preços.

O centro-sul do Brasil está terminando a colheita da safra deste ano, que deverá ser menor que a do ciclo anterior. Muitos analistas esperam uma redução também no próximo ano devido a condições climáticas desfavoráveis e canaviais envelhecidos.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet