Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Outubro de 2018

0 2
:
2 1
:
0 5

Últimas Noticias

Torpedos

lucas do Pan

Ola gente vamos ver se o novo governo do MT vai construir o nosso hospital aqui no pan. OU É SÓ...

ONDA DE FURTOS

Pessoal já está mais que na hora de pegar esses meliantes que andam roubando em nossa cidade, já...

Reposta ao Cidadão Portoalegrese

Não sei quem é vc. quanto ao fato narrado, é fato e nem todos sabem, por isso expus, mais muitos...

Enquete

Você já ouviu falar do trabalho ou alguma campanha do TCE no interior do Estado de MT?

Classificados

Stradinha

Cidade: Confresa

Anunciante: Ronaldo

Valor: 19.000, 00

S10 LS 2.4 cd c/ prestações

Cidade: Peixoto de Azevedo

Anunciante: Eduardo

Valor: 3500,00

Lote urbano

Cidade: Confresa - MT

Anunciante: Florinda Abadia de Souza

Valor: A combinar

Newsletter

Notícias / Política

12 Jan 2018 - 15:40

Após pagar salários, Taques ainda prevê "tempos difíceis" para a economia de MT

Governador aponta crise nacional e desmandos do passado para problemas financeiros do Estado

Agência da Notícia com Folha max

Publicidade

Após efetuar o pagamento de 100% do funcionalismo público nesta quinta-feira (11), o governador Pedro Taques (PSDB) prevê “dias difíceis” para as finanças do Estado. Apesar de se considerar otimista, o tucano aponta que a crise nacional ainda é muito forte e todos os governadores do Brasil enfrentam dificuldades de ordem financeira.

“Salário não é favor, é um direito do servidor e um dever do Estado. Só que as pessoas esquecem que nós estamos vivendo a maior crise econômica da história. Para alguns, infelizmente, ainda não caiu a ficha”, disse o governador em entrevista ao programa Resumo do Dia.

Taques lembrou que 12 estados estão com salários atrasados há alguns meses. Já Mato Grosso, pagou 100% da folha salarial – entre ativos e inativos – nos últimos três dias. 

Além da crise de nível nacional, o governador recordou que assumiu o cargo, em 2015, com um histórico de “desvios” e de bombas que explodiriam em sua gestão, como o pagamento da dívida dolarizada e empréstimos para as obras da Copa do Mundo. “Nós temos que lembrar sim, algumas vezes o passado. Nós estamos administrando com responsabilidade”, assinalou.

Para o ano de 2018, o tucano afirmou que a meta é “superar desafios diários”. O discurso muda o tom adotado no final do ano passado, quando, após pagar os salários de novembro e o 13º dos comissionados, previu um 2018 com equilíbrio econômico aos servidores públicos.

Segundo ele, apesar de ter esperanças, não há a ganratis de que os pagamentos ocorrerão dentro do prazo legal. “Mês que vem, como será? Cada dia com a sua agonia. O salário está na conta, o que é um direito do servidor, e agora vamos tratar de outros temas”, colocou.

SECRETARIADO

O governador afirmou que já está discutindo as mudanças que promoverá no secretariado por conta do calendário eleitoral, quando alguns assessores deixarão os cargos para disputarem as eleições. Até o momento, os nomes confirmados são dos secretários de Cidades, Wilson Santos (PSDB), e da Casa Civil, Max Russi (PSB), que concorrerão a um novo mandato na Assembleia Legislativa.

“Os substitutos nós já estamos conversando para que não tenhamos nenhuma solução de continuidade. Teremos o princípio da administração pública sendo cumprido e o cidadão não possa sofrer nenhum prejuízo”.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet