Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Fevereiro de 2019

Publicidade
1 8
:
4 8
:
4 7

Últimas Noticias

Torpedos

Agenora na Educação

Eu vi a Agenora na Prefeitura ontem, lá na Educação. Mas a justiça não proibiu??? Pelo jeito ela...

FALTA DE IGUALDADE.!!!

Vejo esse Colégio Militar Racista e preconceituoso veja isso "I-50% (cinquenta por cento) para ...

confresa e nossa ou de politicos

ENTÃO COMO JÁ DISSE OUTRAS VEZES EU SOU FUNCIONÁRIO PÚBLICO DE CINFRESA DESDE O SEGUNDO MANDADO DO...

Campanha Publicitária

Classificados

Gran Siena actrotive

Cidade: Canabrava do Norte mt

Anunciante: Vinicius

Valor: 35.000

mão de oba

Cidade: Confresa MT

Anunciante: Antonio Carlos

Valor: A combinar

PRECISANDO DE DINHEIRO?

Cidade: Confresa

Anunciante: Empréstimo Consignado e Crédito Pessoal

Valor: Qualquer valor que desejar

Notícias / Geral

13 Fev 2018 - 09:09

Clarão no céu e tremor assustam cidade de MT

Agência da Notícia com Gazeta Digital

Publicidade

Publicidade

Clarão no céu, seguido de um grande barulho e tremores no chão, na noite deste domingo (11), por volta das 23h45, assustou moradores da pequena cidade de Indiavaí (367 kmn a Oeste de Cuiabá), na região de Cáceres, interior de Mato Grosso.

Cabo Charles, da Polícia Militar local, conta que o clarão durou algo em torno de 5 a 8 segundos e, embora já fosse noite, pareceu que estava de dia.

"Era uma luz muito forte no céu e a noite pareceu dia. Deu um barulho que ecoou em toda parte e os cachorros que andavam nas ruas ficaram nervosos, latindo. As casas tremeram. Janelas e portas trepidaram. Um pessoal que estava em retiro religioso, aproveitando o feriado de carnaval, contou que as barracas do acompamento tremiam que pareciam que iam cair", detalha o PM.

Quando o dia amanheceu, nesta segunda-feira (12), não se fala em outra coisa em Indiavaí.

A PM está informando à imprensa local e nacional sobre a ocorrência estranha, mas não conferiu se caiu em algum local da região um meteoro ou algo do céu.

É fato que ocorreu um fenômeno, ainda sem explicação.

"É muita gente ligando aqui, então achamos que isso vá chamar atenção, mas ainda não nos procuraram ninguém do governo ou quem estuda essas situações", diz o cabo Charles.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet