Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 19 de Setembro de 2018

1 8
:
0 6
:
3 5

Últimas Noticias

Torpedos

Resposta ao Sr Lásaro

Discordo totalmente do que escreveu Sr Lásaro. A Polícia Militar, Conselho Tutelar e TJMT são...

Abandono TJMT/ e CONSELHO TUTELAR, E OUTROS

Vejo não só adolescentes, mais também as crianças abandonadas em PAN e CONFRESA-MT, até mesmo do...

Tráfico de drogas

Em atenção aos comentário feito pelo "Majestoso", viemos por meio deste informar que o NPM Luciara...

Classificados

Sítio

Cidade: Novo São Joaquim

Anunciante: Fernando nunes parreira

Valor: 165.000

CrossFox

Cidade: Vila Rica

Anunciante: Ferreira

Valor: 30.000

Deposito - Centro - 100²

Cidade: Confresa

Anunciante: LEONARDO

Valor: A Combinar

Newsletter

Notícias / Eleições 2018

10 Jul 2018 - 09:52

Fagundes assegura que não entra em baixaria e cita pavimentação da BR-158 no Norte Araguaia

Embora evite citar nomes, Fagundes deixa claro o seu aborrecimento com memes em redes sociais e falsas notícias.

Olhar Direto

Agência da Notícia/Reprodução

 (Crédito: Agência da Notícia/Reprodução)
Mesmo diante das provocações via imprensa e redes sociais, o senador Wellington Fagundes (PR), pré-candidato ao governo de Mato Grosso, assegurou que não vai entrar “em baixaria eleitoral” e que já colocou em discussão um plano de desenvolvimento para Mato Grosso. Ele entende que ao eleitor está ávido por propostas factíveis que possam impactar em melhoria na qualidade de vida, emprego e renda, para a população.
 
Embora evite citar nomes, Fagundes deixa claro o seu aborrecimento com memes em redes sociais e falsas notícias de que estaria desistindo da disputa do governo de Mato Grosso. “Não sei de onde tiram essas estórias mirabolantes. Alguns até falam muito em fontes da reportagem, mas não apresentam quais seriam tais fontes”, cobrou ele.

- Silval Barbosa diz que Pedro Taques só "pregou placas" e gastou dinheiro deixado pela gestão passada

Os eventuais ataques sofridos pelo governador  José Pedro Taques (PSDB) e ex-prefeito Mauro Mendes (DEM), seus principais concorrentes, não são trabalho do seu grupo. “Aqui discutimos alternativas para Mato Grosso e não permitimos baixaria. Aliás, a nossa orientação é de que nem se responda às boatarias, exceto em casos extremos”, ponderou o pré-candidato a governador pelo PR.
 
Wellington Fagundes citou como exemplo os grupos de estudos que já trabalham para melhorar a logística de Mato Grosso, com ênfase para ferrovias, projeto de duplicação da BR-163 e pavimentação da BR-158, no Vale do Araguaia. “Temos um grupo de trabalho que ajudará a desentravar as obras na rodovia BR-163, por onde passam cerca de 70% da produção agrícola do Mato Grosso”, ponderou ele, para a reportagem do Olhar Direto.
 
Outro desafio é atrair a iniciativa privada para a acelerar a construção de ferrovias rumo ao Norte (Pará) e Leste (portos do Chile e do Peru). “Quero dizer que já é notória a minha argumentação sobre a necessidade de darmos garantias palpáveis a quem quer investir em nosso país, principalmente em um setor tão estratégico”, avaliou ele.

Aeroportos  
 
Nem somente de críticas às ações do governo Pedro Taques move a oposição.   Wellington Fagundes considerou acertada a decisão do governo Michel Temer, em parceria com o governo estadual, de incluir cinco aeroportos de Mato Grosso, na lista de 13 aeroportos que serão desestatizados e concedidos à iniciativa privada, no começo de 2019.
 
O pré-candidato a governador do PR ponderou que estão no cronograma de concessão os aeroportos de Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta e Barra do Garças. O principal aeroporto de Mato Grosso é o de Várzea Grande, que atende à capital Cuiabá. Fagundes afirmou que, se eleito governador, vai lutar para que Mato Grosso tenha alguns dos melhores aeroportos do Brasil e apresente rotas alternativas para ligar as regiões Norte e Centro-Oeste com Sul e Sudeste.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet