Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 15 de Dezembro de 2018

1 7
:
0 0
:
2 7

Últimas Noticias

Torpedos

Cidadão revoltado

Já passou da hora da prefeitura de Confresa se pronunciar quanto à ÁGUAS DE CONFRESA pelo...

lucas do Pan

Ola gente vamos ver se o novo governo do MT vai construir o nosso hospital aqui no pan. OU É SÓ...

ONDA DE FURTOS

Pessoal já está mais que na hora de pegar esses meliantes que andam roubando em nossa cidade, já...

Enquete

Na sua opinião, o novo presidente eleito Jair Bolsonaro deve manter o novo ou o antigo traçado da BR-158?

Campanha Publicitária

Classificados

CASA

Cidade: Confresa

Anunciante: ADILSON VITAL

Valor: A COMBINAR

casa - setor Santa Luzia

Cidade: Confresa

Anunciante: Ana Paula

Valor: a combinar

LOTE DE ESQUINA COM 2 CASAS

Cidade: Confresa MT

Anunciante: Delcio Pedro Kremer

Valor: 450,00

Notícias / Geral

9 Ago 2018 - 14:26

Cadela farejadora se aposenta da PF em Mato Grosso

"Kira" ficará em Rondonópolis e em seu lugar ficará sua filha "Dea"

Redação

Publicidade

A cadela Kyra, de 8 anos, que faz detecção de entorpecentes, realizou sua última jornada como cão policial da Polícia Federal na segunda-feira (6), em fiscalização de combate ao narcotráfico. 
 
Kyra iniciou como "cão farejador" na Delegacia de Rondonópolis no fim de 2016. Agora, ela usufruirá a "aposentadoria" em um sítio em Rondonópolis, onde uma veterinária será a nova guardiã. O ambiente agitado das cidades, rodoviárias, aeroportos e rodovias foi trocado pela calmaria da vida no campo. 
 
Em vistorias realizadas na BR-364, Kyra participou da ação que culminou na prisão de uma mulher que transportava três tabletes de cocaína de Cuiabá até Mineiros (GO).
 
O entorpecente foi identificado em uma mochila transportada no bagageiro superior de um ônibus que fazia a linha Cuiabá x Rio de Janeiro.
 
A fiscalização derradeira de Kyra coroa uma carreira de êxitos na PF, em especial o ano de 2017, em que esteve presente em ações repressivas que permitiram a interceptação de aproximadamente duas toneladas de drogas. 
 
Missão cumprida, a cadela, aos oito anos, agora “pendura o focinho” e parte para a tão merecida aposentadoria.
 
Filhos de farejadores, farejadores são
 
Kyra deixa para a Polícia Federal não só um histórico de tarefas bem-sucedidas ao longo de suas jornadas policiais, bem mais que isso, a cadela deixa valiosos presentes que continuarão a contribuir no combate ao tráfico de drogas no país: os cinco filhotes, frutos do cruzamento com Harley, outro cão farejador.
 
A ninhada faz parte do programa de reprodução de cães do Serviço de Canil Central (Secan/PF), em Brasília (DF), onde os filhotes recebem o treinamento de obediência e introdução de odores, antes de serem enviados às unidades onde efetivamente trabalharão.
 
A Delegacia da Polícia Federal em Rondonópolis (MT) será uma das unidades agraciadas, recebendo a partir do dia 17 a cadela Dea, que perpetuará o legado dos pais em ações policiais em Mato Grosso. 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet