Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 20 de Março de 2019

1 0
:
2 0
:
4 4

Últimas Noticias

Torpedos

Br 158 120 km já

venho aqui chamar a atenção de nossos representantes para que seja cobrado o asfaltamento com...

Colaborador

Quero deixar aqui meu comentário não é só a dona Gé que está trabalhando para os órgãos públicos...

Agenora na Educação

Eu vi a Agenora na Prefeitura ontem, lá na Educação. Mas a justiça não proibiu??? Pelo jeito ela...

Enquete

Qual é sua avaliação referente ao Governo de MT, Mauro Mendes ?

Classificados

Fazenda

Cidade: Santa Terezinha

Anunciante: Raimundo

Valor: 240.000,00

TERRENO URBANO

Cidade: ALTO ARAGUAIA

Anunciante: CLAYTON REGIS CARNIEL

Valor: 30.000,00

FAZENDA 100 ALQUEIRES PARA GADO

Cidade: TERRA NOVA DO NORTE MT

Anunciante: CLAYTON REGIS CARNIEL

Valor: 2.500.000,00

publicidade

Notícias / Eleições 2018

29 Out 2018 - 14:22

Soma de abstenções, nulos e brancos em MT no segundo turno é superior a 31%

Quase 700 mil eleitores do estado se abstiveram de votar, votaram branco ou anularam o voto no segundo turno. Eleitor tem o prazo de 60 dias para justificar o voto e a multa pode variar entre R$ 3 e R$ 3,50.

G1/MT

Publicidade

Publicidade

Quase 700 mil eleitores deixaram de votar, votaram em branco ou anularam o voto em Mato Grosso, no segundo turno das eleições a presidente nesse domingo (28). Somados, correspondem a 31,12% do total do eleitorado do estado.

As abstenções somam 26,23%, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O percentual de abstenções cresceu em relação ao primeiro turno, quando 24,55% dos eleitores não compareceram às urnas para votar no último dia 7.

Os estados com maior proporção de abstenções, votos brancos e nulos foram Minas Gerais (42,7%), Rio de Janeiro (42,1%) e São Paulo (39,6).

Contudo, o percentual de eleitores que votaram em branco ou anularam o voto diminuiu no segundo turno. Os 84 mil que votaram em branco ou anularam o voto correspondem a 4,89%. No primeiro turno, esse percentual era de 7%.

O eleitor que não votou deve comparecer a um cartório eleitoral no prazo de 60 dias para justificar a ausência. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), o valor da multa é decidido pelo juiz eleitoral e pode variar entre R$ 3 e R$ 3,50.

Em todo o estado, mais de 2,3 milhões estavam aptos para votar.

O candidato eleito Jair Bolsonaro (PSL) ganhou a eleição com 66,42%, totalizando mais de um milhão de votos, contra Fernando Haddad (PT), que teve 33,58% e 549 mil votos válidos.

O percentual de votos nulos no segundo turno das eleições presidenciais de 2018 chegou a 7,4%, o maior registrado desde 1989, totalizando 8,6 milhões. Houve aumento de 60% em relação ao 2º turno da última eleição presidencial, em 2014, quando 4,6% dos votos foram anulados.

Os votos brancos somaram 2,4 milhões, ou 2,1%, neste 2º turno, pouco acima do 1,7% da última eleição presidencial. Ao todo, 31,3 millhões de eleitores não compareceram às urnas, o equivalente a 21,3% total, proporção similar ao do 2º turno presidencial de 2014.

Somando os votos nulos e brancos com as abstenções, houve um contingente de 42,1 milhões de eleitores que não escolheram nenhum candidato, cerca de um terço do total.

Casos de polícia

Foram registradas 17 ocorrências e 16 pessoas foram presas em Mato Grosso no segundo turno das eleições. O juiz eleitoral Lídio Modesto explicou que a maioria dos crimes estão relacionados à boca de urna e violação do sigilo de voto.

“As infrações diz respeito a boca de urna, violação de sigilo, e tentativa de aliciamento dos eleitores e pessoas que entravam com os celulares para gravar as urnas”, afirmou.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet