Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Abril de 2019

Publicidade
0 4
:
1 1
:
3 4

Últimas Noticias

Torpedos

Baiano

O que Dr Eugênio em três meses de mandato já fez o que o baiano filho em 4 ano fez

praça do camilão

VENHO PEDIR AOS ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA PRAÇA DO CAMILÃO. O DESCASO QUE ELA SE ENCONTRA. O ÚNICO...

DESCASO PUBLICO

Caros amigos eleitores do baixo e norte Araguaia, enquanto não houver um conjunto de prefeitos para...

Enquete

Na sua opinião, quais são as prioridades para o Município de Confresa MT .

Classificados

Vendo ágio do lote com casa apenas levantada as paredes para assumir parcelas de 340.

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaime Borges

Valor: 15.000.00

Rodistar agressiva 6800wats

Cidade: confresa MT

Anunciante: Marcos dione de souza

Valor: 500,00

Procura-se casa para alugar

Cidade: Confresa

Anunciante: Morgana

Valor: 600,00

Notícias / Esporte

8 Nov 2018 - 15:11

Justiça determina penhora da taça do Mundial de Clubes de 2012 do Corinthians

Universidade cobra dívida do clube, no valor de R$ 2,48 milhões, há dez anos

Globo Esporte

Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians

 (Crédito: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians)

Publicidade

Publicidade

O juiz Luis Fernando Nardelli, da 3ª Vara Cível de São Paulo, expediu nesta quinta-feira um mandado de penhora e avaliação da Taça do Mundial de Clubes de 2012, exposta no Memorial do Corinthians. Trata-se de uma decisão favorável ao Instituto Santanense de Ensino Superior, que desde 2008 cobra do Corinthians uma dívida de R$ 2,48 milhões.

Um oficial de justiça deve ir ao clube avaliar o valor da taça. Num primeiro momento, o clube segue com a posse do objetvo, mas não poderá vendê-lo. Se o débito continuar, a taça vai a leilão judicial.

O presidente Andrés Sanchez dará entrevista coletiva nesta tarde no CT e falará do tema.

Dez anos atrás, a faculdade processou o Corinthians, alegando que clube dificultava o acesso a alunos e funcionários a um campus que funcionava no Parque São Jorge. Em 2010, na primeira decisão sobre o caso, o Corinthians foi condenado a indenizar a instituição. Como essa dívida nunca foi paga, o Instituto Santanense continuou insistindo.

Em agosto deste ano, o Instituto Santanense tentou – sem sucesso – bloquear uma parte do dinheuro que o Corinthians receberia pela venda de Rodriguinho ao Pyramids FC, do Egito. No mês passado, o mesmo juiz Luis Fernando Nardelli determinou o bloqueio de parte da premiação a que o clube teria direito por ter sido vice campeão da Copa do Brasil. Na época, o Corinthians admitiu ter uma dívida com a faculdade, mas alegou que "o valor ainda se encontra em discussão judicial".

Sem ter conseguido receber o dinheiro, a instituição então pediu a penhora da taça do Mundial. E o juiz aceitou.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet