Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Terça-feira 20 de Agosto de 2019

0 2
:
5 0
:
3 6

Notícias / Geral

15 Nov 2018 - 09:11

Alto Boa Vista supera média nacional em nove dos 10 indicadores da saúde

Na educação, o município superou a média nacional em 7 indicadores, dos 10 itens avaliados.

Redação

Agência da Notícia

O município de Alto Boa Vista superou a média nacional (Crédito: Agência da Notícia)

O município de Alto Boa Vista superou a média nacional

Publicidade

O município de Alto Boa Vista superou a média nacional em nove dos 10 indicadores avaliados da área da saúde. A média só foi inferior à nacional na Taxa de Detecção de Hanseníase. Em razão desse aspecto negativo, o Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso recomendou à atual gestão municipal que adote medidas para melhorar os indicadores de saúde e educação. A recomendação foi feita no julgamento das contas anuais de governo de Alto Boa Vista, referentes ao exercício de 2017, que receberam parecer favorável à aprovação pelo Tribunal Pleno, em sessão realizada em 13/11.

A relatora das contas (Processo nº 173967/2017), conselheira interina Jaqueline Jacobsen, ressaltou que no tocante aos investimentos destinados à área da saúde, as exigências constitucionais foram atendidas. Contudo, houve uma diminuição na aplicação de recursos, uma vez que, enquanto no exercício de 2016 o percentual aplicado foi de 22,26% da receita base, em 2017 este percentual caiu para 21,38%.

Na educação, o município superou a média nacional em 7 indicadores, dos 10 itens avaliados. Ficou abaixo da média nacional no que se refere à Taxa de cobertura Potencial na Educação Infantil (0 a 6 anos) (2016); Proporção de Escolas Municipais com Nota na Prova Brasil (Matemática 4ª Série/5º Ano); e, por último, na Proporção de Escolas Municipais com Nota na Prova Brasil (Português 4ª Série/5º Ano).

Foram feitas ainda outras recomendações ao prefeito, Valtuir Cândido da Silva, para que adote medidas efetivas na busca de melhores resultados nos indicadores que compõem o Índice de Gestão Fiscal (IGFM); encaminhe o plano de providências para melhorar a posição dos indicadores da área da educação e da saúde, no prazo de 60 dias; e adote medidas efetivas para adequar o limite de gastos com pessoal, em cumprimento ao que dispõe a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet