Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 20 de Janeiro de 2019

0 8
:
4 5
:
4 4

Últimas Noticias

Torpedos

Cidadão revoltado

Já passou da hora da prefeitura de Confresa se pronunciar quanto à ÁGUAS DE CONFRESA pelo...

lucas do Pan

Ola gente vamos ver se o novo governo do MT vai construir o nosso hospital aqui no pan. OU É SÓ...

ONDA DE FURTOS

Pessoal já está mais que na hora de pegar esses meliantes que andam roubando em nossa cidade, já...

Classificados

Lote

Cidade: Confresa

Anunciante: Leandro

Valor: 18.000,000

saveiro g2

Cidade: confresa

Anunciante: Lucas

Valor: 6.000

Kitnet

Cidade: Confresa mt

Anunciante: Verônica Nascimento

Valor: A combinar

Notícias / Política

9 Jan 2019 - 17:31

Mendes diz que divulgará fluxo de caixa do Estado diariamente

Governador voltou a afirmar que foi obrigado a escalonar o salário por falta de recursos

MidiaNews

Publicidade

Publicidade

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que o Poder Executivo passará a divulgar diariamente o fluxo de caixa do Governo, como forma de dar transparência aos números do Executivo neste momento de crise.
 
“Vamos divulgar o saldo da conta. É um direito do servidor público, do cidadão, saber quanto o Estado arrecada, quanto paga em despesas e qual o saldo ao final do dia”, disse Mendes.
 
“Vou divulgar diariamente. Não tem problema em saber. Aqui a gestão é pública, tem que ser transparente”, acrescentou o governador.
 
 
Vou divulgar diariamente. Não tem problema em saber, aqui a gestão é pública, tem que ser transparente
As declarações foram dadas na manhã desta quarta-feira (9), em entrevista concedida à Rádio Capital FM.
 
A medida pode ser reflexo das críticas que o governador vem recebendo nos últimos dias por, entre outros pontos, ter anunciado o escalonamento dos salários dos servidores.
 
“Tivemos que escalonar os salários, pois se usou em dezembro boa parte da receita para pagar despesas e o salário de novembro. Fizemos isso porque não tinha dinheiro. E quando não tem, infelizmente não temos um cheque especial do Governo no Banco do Brasil. Só pagamos se tem dinheiro na conta. O que o Estado está arrecadando não paga despesa do mês”, disse Mendes.
 
“Sem dinheiro”
 
Desde antes de assumir o Paiaguás, o democrata tem dito que o Estado está “quebrado”.
 
Mas, segundo ele, a realidade encontrada após 1º de janeiro deste ano é “muito, muito pior” do que o imaginado.
 
“Já disse várias vezes, o Estado está quebrado. Existe ainda uma desorganização das secretarias, houve um desleixo, um descaso com a gestão pública. Tudo isso está trazendo consequências terríveis. Tomaremos medidas duras, mas necessárias para mudar essa realidade”, afirmou.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet