Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 20 de Janeiro de 2019

1 9
:
3 4
:
4 0

Últimas Noticias

Torpedos

Cidadão revoltado

Já passou da hora da prefeitura de Confresa se pronunciar quanto à ÁGUAS DE CONFRESA pelo...

lucas do Pan

Ola gente vamos ver se o novo governo do MT vai construir o nosso hospital aqui no pan. OU É SÓ...

ONDA DE FURTOS

Pessoal já está mais que na hora de pegar esses meliantes que andam roubando em nossa cidade, já...

Classificados

Lote

Cidade: Confresa

Anunciante: Leandro

Valor: 18.000,000

saveiro g2

Cidade: confresa

Anunciante: Lucas

Valor: 6.000

Kitnet

Cidade: Confresa mt

Anunciante: Verônica Nascimento

Valor: A combinar

Notícias / Agronegócio

11 Jan 2019 - 09:13

Produtores de algodão de MT pedem para deputados não aprovarem novo projeto do Fethab

A proposta do governo estadual, entregue na Assembleia Legislativa, prevê o aumento dos atuais 10,23% da UPF para 200% do valor da UPF sobre a tonelada do algodão transportado.

Flávia Borges, G1 MT

Ampa-MT

Alexandre Schenkel, presidente da Associação dos Produtores de Algodão de MT. (Crédito: Ampa-MT)

Alexandre Schenkel, presidente da Associação dos Produtores de Algodão de MT.

Publicidade

Publicidade

A Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) afirmou nesta quinta-feira (10) que vai procurar os deputados estaduais para tentar convencê-los a não aprovar o projeto de lei que altera o Fundo de Transporte e Habitação (Fethab).

A proposta do governo estadual, entregue na Assembleia Legislativa, prevê o aumento dos atuais 10,23% da UPF para 200% do valor da UPF sobre a tonelada do algodão transportado.

Conforme o presidente da Ampa, Alexandre Schenkel, a proposta ameaça a viabilidade da cadeia do algodão em Mato Grosso.

Ele afirma ainda que o governador Mauro Mendes (DEM) se recusou a discutir sobre a proposta de alteração do Fethab com o setor produtivo.

Em nota, a Ampa afirma que a única reunião promovida com o Fórum Agro MT nesta semana, teve o objetivo de comunicar o envio dos projetos à Assembleia Legislativa, sem nenhuma possibilidade de abertura de diálogo.

Ainda de acordo com o presidente da Ampa, os membros do Fórum Agro MT pediram um prazo para analisar a proposta, o que teria sido ignorado pelo governador.

Ele destaca que o setor produtivo já paga impostos e representa mais de 50% do ICMS arrecadado no estado.

As exportações de milho, soja e algodão são as principais culturas do estado e representam 60% da produção primária do estado exportada.

Inserir comentário

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

  • por José, em 11 Jan 2019 às 14:27

    QUANDO VAMOS INVESTIGAR OS R$20 BILHÕES EM FRAUDES DO GOVERNO TAQUES? Não se pode esquecer de apurar e recuperar todos os desvios e fraudes do desgoverno pedro taques da transformação do estado em caos e roubalheira, os quais juntos já SOMAM $20 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos $20 bilhões: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson delação de

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet