Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Fevereiro de 2019

Publicidade
1 7
:
5 1
:
2 2

Últimas Noticias

Torpedos

Agenora na Educação

Eu vi a Agenora na Prefeitura ontem, lá na Educação. Mas a justiça não proibiu??? Pelo jeito ela...

FALTA DE IGUALDADE.!!!

Vejo esse Colégio Militar Racista e preconceituoso veja isso "I-50% (cinquenta por cento) para ...

confresa e nossa ou de politicos

ENTÃO COMO JÁ DISSE OUTRAS VEZES EU SOU FUNCIONÁRIO PÚBLICO DE CINFRESA DESDE O SEGUNDO MANDADO DO...

Campanha Publicitária

Classificados

Gran Siena actrotive

Cidade: Canabrava do Norte mt

Anunciante: Vinicius

Valor: 35.000

mão de oba

Cidade: Confresa MT

Anunciante: Antonio Carlos

Valor: A combinar

PRECISANDO DE DINHEIRO?

Cidade: Confresa

Anunciante: Empréstimo Consignado e Crédito Pessoal

Valor: Qualquer valor que desejar

Notícias / Agronegócio

1 Fev 2019 - 08:55

Sistema amplia eficácia da cobertura de agroquímicos a 96%

Nova tecnologia também é benéfica para o meio ambiente

Agrolink

Publicidade

Publicidade

Uma nova tecnologia que diagnostica e corrige falhas técnicas nas aplicações aéreas de agroquímicos consegue ampliar a eficácia da cobertura da pulverização para até 96%. De acordo com a Dominus Soli, que desenvolveu o Spray Plan em parceria com a Alvo Consultoria, o sistema também é benéfico para o meio ambiente, pois amplia o potencial produtivo das lavouras e protege organismos vivos, como insetos polinizadores.

“Acreditamos que essa união poderá contribuir para quebrar mitos, fortalecer e preservar a aplicação aérea e também ajudar a reverter a imagem negativa da aviação agrícola no Brasil”, resume Glauberto Moderno, fundador da Alvo Consultoria, sediada na cidade paulista Catanduva.

Segundo os executivos Antonio Loures e Marco Antonio Lino, sócios da Dominus Soli, o aumento do retorno econômico dos tratamentos por via aérea pode viabilizar a introdução das mais recentes tecnologias na área. Isso porque, além de todos os benefícios já citados, eles explicam que os produtos desenvolvidos com a parceria podem facilitar os processos operacionais de pilotagem e a gestão de custos da utilização de aeronaves.

Atualmente, a efetividade da cobertura dos produtos agroquímicos na área tratada é prejudicada quando os produtores não observam padrões técnicos adequados nas aplicações por via aérea, podendo cair para apenas 50%. Nesse cenário, as principais causas dessa perda são a ocorrência de ‘deriva’, evaporação ou de condições climáticas desfavoráveis aos voos. Essas variáveis serão quase que completamente controladas pelo Spray Plan, projetam a Dominus Soli e a Alvo Consultoria.

Segundo dados divulgados pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), existem 240 empresas de aviação agrícola em atividade no Brasil, além de 565 operadores vinculados a agricultores e cooperativas. O total de aeronaves em uso, segundo a entidade, é próximo a 2080. Ainda de acordo com o Sindag, cerca de 70 milhões de hectares de lavouras recebem, anualmente, aplicações de defensivos agrícolas por via aérea.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet