Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Quinta-feira 18 de Julho de 2019

1 4
:
3 3
:
2 9

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos profissionais da educação do estado de Mato Grosso? Dê sua opinião.

Campanha Publicitária

Internauta AN

Notícias / Esporte

11 Fev 2019 - 09:18

Corinthians perde para o Novo Horizontino pelo Paulistã

Bola aérea do adversário levou o time de Fábio Carille à terceira derrota no estadual

TERRA NOTICIAS

Publicidade

O Corinthians rodou seu elenco, entrou em campo com seis alterações, mas repetiu os velhos problemas de boal aérea defensiva e falta de criatividade no ataque. Assim, a equipe de Fábio Carille conheceu sua terceira derrota no Campeonato Paulista. O algoz da vez foi o Novorizontino, que no estádio Jorge Ismael de Biasi, arrancou o 1 a 0 graças a um gol polêmico de Murilo Henrique, já aos 40 minutos do segundo tempo. O trinfo levou o Tigre à liderança no Grupo B, com 11 pontos, um à frente do Palmeiras depois de seis rodadas.

 

Apesar das seis trocas na equipe titular, a pressão por uma evolução no desempenho do Corinthians, principalmente nessa condição de favorito de véspera, era grande. E o início da partida até que foi promissor. Em pouco tempo de bola rolando, Boselli ficou livre, de frente para o gol, mas acabou barrado pelo erro do auxiliar Anderson de Moraes. Em seguida, Marllon venceu disputa no alto e mandou rente ao travessão.

 

Aos poucos, porém, o ritmo corintiano foi caindo. Ao perceber que o adversário não era nenhum 'bicho papão', o Novorizontino se encorajou e passou a apostar na velocidade para chegar com perigo ao gol de Cássio.

O intervalo chegou sem alteração no placar, mas, os corintianos foram para o vestiário no lucro. Uma saída do gol fora de hora e Cássio e uma furada monumental de Jean Parick gelaram as espinhas alvinegras.

 

A etapa final não teve um panorama muito diferente. O Novorizontino passou a explorar o principal problema da defesa do Timão: a bola aérea. A estratégia quase deu certo. Marllon, Cássio e a trave evitaram oportunidades claras de gol do Tigre.

Ao perceber a falta de criatividade e a lentidão de sua equipe, Fábio Carille resolveu mexer. Saíram Araos e Vital para as entradas de Clayson e Pedrinho. Por fim, Gustagol substituiu Mauro Boselli, mais uma vez apático e sem receber muitas bolas, é verdade.

 

Era o Corinthians indo para o famoso tudo ou nada. Mas, abriu o placar quem fez mais por merecer: os donos da casa. Uma defesa espetacular de Cássio, a trave e a reclamação de impedimento por parte dos corintianos foram inúteis. Murilo Henrique aproveitou sora dentro da área e estufou as redes.

 

O apito final veio acompanhado de vaias dos milhares de corintianos que compareceram no Jorge Ismael de Biasi. Mais alto ainda foi a festa dos torcedores do Tigre.

Pressionado, o Corinthians agora terá pela frente seu principal desafio no mês: o Racing, quinta-feira, em Itaquera, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. No fim de semana será a vez de receber o São Paulo na Arena. O sábado, o Novorizontino receberá a Ponte Preta.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet