Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 21 de Abril de 2019

0 9
:
1 1
:
1 6

Últimas Noticias

Torpedos

Baiano

O que Dr Eugênio em três meses de mandato já fez o que o baiano filho em 4 ano fez

praça do camilão

VENHO PEDIR AOS ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA PRAÇA DO CAMILÃO. O DESCASO QUE ELA SE ENCONTRA. O ÚNICO...

DESCASO PUBLICO

Caros amigos eleitores do baixo e norte Araguaia, enquanto não houver um conjunto de prefeitos para...

Enquete

Na sua opinião, quais são as prioridades para o Município de Confresa MT .

Campanha Publicitária

Classificados

Vendo ágio do lote com casa apenas levantada as paredes para assumir parcelas de 340.

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaime Borges

Valor: 15.000.00

Rodistar agressiva 6800wats

Cidade: confresa MT

Anunciante: Marcos dione de souza

Valor: 500,00

Procura-se casa para alugar

Cidade: Confresa

Anunciante: Morgana

Valor: 600,00

publicidade

Notícias / Geral

11 Fev 2019 - 09:34

MT registra 700 casos de dengue no primeiro mês de 2019; Sinop tem maior incidência no estado

Foram registrados 99 casos em Sinop e 29 em Cuiabá, conforme dados da Secretaria de Saúde.

G1 MT

Publicidade

Publicidade

Entre os dias 1º de janeiro e 5 de fevereiro deste ano, Mato Grosso registrou 700 casos de dengue. Conforme balanço divulgado pela Secretaria de Saúde Estadual (SES), Sinop foi o município com maior incidência da doença, com 99 casos. Em seguida está Cuiabá, com 29 casos, Rondonópolis, com 9 casos e Várzea Grande, com apenas um caso.

Quanto a zika, foram 11 registros no primeiro mês de 2019. Conforme os dados divulgados pela SES, entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, figura apenas Várzea Grande, com um caso da doença.

Os casos de chikungunya até o dia 5 de fevereiro somam 52. Entre os maiores municípios, Cuiabá está em primeiro lugar com 12 casos registrados, seguido por Várzea Grande com 4 casos. Rondonópolis e Sinop aparecem na lista com um caso em cada um dos municípios.

No ano passado, dados do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado pelo Ministério da Saúde, mostraram que dos 141 municípios de Mato Grosso, 98 estão em alerta ou têm risco de surto de dengue, zika e chikungunya.

Desse total, 28 estavam em risco de surtos das doenças (entre eles Cuiabá) e as outras 70 apareciam em alerta.

Entre os municípios que apresentaram o maior índice de infestação predial estão Cláudia (19,5), Nova Nazaré (14) e Santo Afonso (12). Por outro lado, o resultado em São Félix só Araguaia, Cocalinho, Apiacás, Curvelândia apontou índice de zero.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet