Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 26 de Maio de 2019

0 4
:
0 1
:
2 4

Últimas Noticias

Torpedos

Alternativa

Parabéns ao sindicato rural e prefeitura municipal de vila rica MT 33 anos de aniversario

Camilão iluminado!

Parabenizo a administração municipal que atendeu as diversas solicitações dos munícipes e iluminou...

Camilão às escuras

A situação da praça Camilão é triste. Um dos pouquíssimos espaços públicos para lazer e talvez o...

Enquete

Na sua opinião a reforma da previdência 2019 deve ser aprovada?

Classificados

SANDERO STEPWAY 12/12

Cidade: CONFRESA

Anunciante: RAFAEL GABOARDI BECKER

Valor: A COMBINAR

casa para vender

Cidade: Confresa

Anunciante: ADILSON VITAL

Valor: A combinar

Ford Focus 2007

Cidade: Confresa

Anunciante: Wilsrley

Valor: 9.000,00

publicidade

Notícias / Agronegócio

7 Mar 2019 - 08:28

Colheita da soja se aproxima dos 60% no Norte Araguaia

O trabalho nas lavouras de soja na região Norte Araguaia segue intenso.

Redação

Reprodução

O trabalho nas lavouras de soja na região Norte Araguaia segue intenso. (Crédito: Reprodução)

O trabalho nas lavouras de soja na região Norte Araguaia segue intenso.

Publicidade

Publicidade

O trabalho nas lavouras de soja na região Norte Araguaia segue intenso. De acordo com o Imea (Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária) quase 60% do processo foi concluído na região, que está na lanterna do ranking estadual de colheita da oleaginosa.

A média da colheita no estado está na casa dos 88,33%, bem acima da média do ano passado nesta época que era de 58,30%. A região que está a frente da colheita é a Oeste com 91,48% dos trabalhos concluídos.

O Norte Araguaia deve produzir 5.410.377 (cinco milhões quatrocentos e dez mil trezentos e setenta e sete) toneladas de soja. Aumento de 1,33% com relação a safra anterior. Segundo o relatório o preço da soja no mercado disponível em Mato Grosso fechou o mês de fevereiro a R$ 61,94/sc, apresentando uma valorização de 2,47% ante o fechamento no mês de janeiro. De uma forma geral, o dólar pesou neste aumento, pois fechou fevereiro com alta de 2,37%. As expectativas quanto a reforma da previdência e a maior demanda interna também ajudaram na valorização do grão no Estado. Em contrapartida, pressões baixistas vieram da queda na cotação do grão na bolsa de Chicago, que desvalorizou 2,04% devido à falta de definição nas negociações comerciais sino-americanas, além do recuo nos valores do prêmio nos portos, que fechou o mês de fevereiro com recuo de 8,93%. 

Dessa forma, enquanto não há nenhum acordo entre os EUA e a China, é importante que o produtor se mantenha atento no mercado externo e nas variações da moeda americana, que continuarão influenciando as cotações.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet