Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 26 de Maio de 2019

0 4
:
3 8
:
3 9

Últimas Noticias

Torpedos

Alternativa

Parabéns ao sindicato rural e prefeitura municipal de vila rica MT 33 anos de aniversario

Camilão iluminado!

Parabenizo a administração municipal que atendeu as diversas solicitações dos munícipes e iluminou...

Camilão às escuras

A situação da praça Camilão é triste. Um dos pouquíssimos espaços públicos para lazer e talvez o...

Enquete

Na sua opinião a reforma da previdência 2019 deve ser aprovada?

Campanha Publicitária

Classificados

SANDERO STEPWAY 12/12

Cidade: CONFRESA

Anunciante: RAFAEL GABOARDI BECKER

Valor: A COMBINAR

casa para vender

Cidade: Confresa

Anunciante: ADILSON VITAL

Valor: A combinar

Ford Focus 2007

Cidade: Confresa

Anunciante: Wilsrley

Valor: 9.000,00

Notícias / Geral

12 Mar 2019 - 16:00

Edital unificado para eleição de conselheiros tutelares é discutido

Conselho Tutelar é um órgão municipal autônomo e independente, responsável por fiscalizar a execução das políticas públicas

24 Horas News

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Publicidade

Nesta segunda-feira (13), na abertura do módulo II do curso de capacitação sobre o Processo Unificado de Escolha de Conselheiros Tutelares 2019, realizado no auditório da Procuradoria Geral de Justiça,  o titular da Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente, Paulo Roberto Jorge do Prado, ressaltou a importância da atuação unificada dos Conselhos de Direito para elaboração do edital que norteará a eleição dos conselheiros tutelares em todo o Estado e no Brasil.

“É de extrema importância que tudo seja feito com antecedência para que os conselheiros de Direito possam se reunir com prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais, juízes, promotores de Justiça e Cartórios Eleitorais para definição de cronograma específica face a realidade de cada município”, ressaltou o procurador de Justiça.

Prado enfatizou que o Conselho Tutelar é um órgão municipal autônomo e independente, responsável por fiscalizar a execução das políticas públicas e dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes determinados pelo artigo 227 da Constituição Federal e do artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Cento e cinquenta e cinco conselheiros de vários municípios de Mato Grosso participam da qualificação. A iniciativa é do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca), vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania  (Setasc). O curso tem carga horária total de 10 horas.

Outro tema que será abordado no evento é a campanha estadual de arrecadação de recursos do imposto de renda 2019 para o Fundo da Infância e Adolescência (FIA), lançada na segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Para o conselheiro do Cedca, Leandro Fábio Momente, a capacitação é fundamental para profissionais que lidam com o tema no dia a dia. “O objetivo é preparar os conselheiros municipais, em especial atenção ao edital do Processo Unificado, que está previsto no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e na resolução nº 170 de 10 dezembro de 2014, do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente (Conanda)”.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet