Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 26 de Maio de 2019

Publicidade
0 4
:
0 1
:
5 7

Últimas Noticias

Torpedos

Alternativa

Parabéns ao sindicato rural e prefeitura municipal de vila rica MT 33 anos de aniversario

Camilão iluminado!

Parabenizo a administração municipal que atendeu as diversas solicitações dos munícipes e iluminou...

Camilão às escuras

A situação da praça Camilão é triste. Um dos pouquíssimos espaços públicos para lazer e talvez o...

Enquete

Na sua opinião a reforma da previdência 2019 deve ser aprovada?

Campanha Publicitária

Classificados

SANDERO STEPWAY 12/12

Cidade: CONFRESA

Anunciante: RAFAEL GABOARDI BECKER

Valor: A COMBINAR

casa para vender

Cidade: Confresa

Anunciante: ADILSON VITAL

Valor: A combinar

Ford Focus 2007

Cidade: Confresa

Anunciante: Wilsrley

Valor: 9.000,00

publicidade

Notícias / Política

13 Mar 2019 - 16:40

Revisão do Tratado de Itaipu será desafio, diz presidente do Paraguai

R7 Notícias

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Publicidade

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, disse hoje (12) que a revisão do Tratado de Itaipu será um desafio para o Brasil e o Paraguai. Abdo se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, durante sua visita oficial ao país.

"Hoje tocamos em pontos que trazem desafios para a nossa relação, como Itaipu. Seja qual for o processo da negociação, estou seguro que, assim como foi no início, vai seguir sendo benéfica para ambos os povos, fortalecendo nossa conectividade", disse.

 

Os dois países se preparam para a revisão do Anexo C do Tratado de Itaipu, que dispõe sobre as bases financeiras do empreendimento. A binacional do Brasil e do Paraguai conta com orçamento anual de US$ 3,5 bilhões, dos quais 70% destinam-se ao pagamento da dívida da construção, que deverá ser quitada até dezembro de 2022, quando vence do Anexo C do tratado.

 

Hoje, cada país tem direito a metade da energia produzida pela usina, mas o Paraguai usa apenas cerca de 15% do total. Pelo tratado, o Brasil tem preferência de compra da energia excedente dos paraguaios. Esse é um dos termos que o Paraguai quer rever na negociação, para que o país tenha mais autonomia sobre sua energia excedente, abrindo a possibilidade, por exemplo, de venda para outros países ou ainda de colocar no livre mercado do Brasil.

 

A usina é recordista mundial de geração de energia, com mais de 2,6 bilhões de megawatts-horas (MWh) acumulados desde o início de sua produção, em 1984. No ano passado, com 96,6 milhões MWh de energia gerada, a usina abasteceu 15% do mercado de energia elétrica brasileiro e 90% do paraguaio.

 

Novas pontes

 

Bolsonaro e Abdo também conversaram sobre a construção de mais duas pontes entre Brasil e Paraguai, que devem custar cerca de US$ 70 milhões, cada uma.

 

Um das pontes será construída sobre o Rio Paraná e ligará a cidade paranaense de Foz do Iguaçu à cidade paraguaia de Puerto Presidente Franco. Essa ficará a cargo do Brasil e deverá servir para desafogar o intenso fluxo na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu à Ciudad del Este. A obra será custeada pela margem brasileira de Itaipu Binacional.

 

A outra ponte, sobre o Rio Paraguai, que ficará a cargo do país vizinho, será custeada pela margem paraguaia de Itaipu. Essa ponte ligará a cidade de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, a Carmelo Peralta, no Paraguai. O objetivo é facilitar o acesso ao Oceano Pacífico.

 

Após reuniões no Palácio do Planalto, os dois presidentes deram declarações à imprensa e seguiram para o Palácio Itamaraty, onde foi oferecido um almoço a Abdo. Ele embarca ainda hoje de volta à Assunção, capital do Paraguai.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet