Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Sábado 20 de Julho de 2019

0 8
:
2 9
:
5 2

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos profissionais da educação do estado de Mato Grosso? Dê sua opinião.

Campanha Publicitária

Internauta AN

publicidade

Notícias / Geral

4 Abr 2019 - 10:02

Novo PS não será "portas abertas" ao interior de MT

G1 MT

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Novo Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) não será administrado com modalidade 'portas abertas' voltada a pacientes do interior, segundo o secretário de Saúde, Antônio Possas de Carvalho. A afirmação foi proferida em uma entrevista, nesta quarta-feira (3).

De acordo com o secretário, haverá uma reunião com prefeitos e administradores da região metropolitana que reajustar o atendimento na nova unidade de saúde.

Ainda segundo ele, o que mais onera o atual Pronto Socorro de Cuiabá (PSMC) é a gestão na modalidade 'portas abertas', ou seja, não pode negar atendimento a ninguém, mesmo que o paciente seja de outra cidade.

Por outro lado, ele afirmou que o novo hospital municipal terá maior capacidade para cirurgias e isso desafogaria o atendimento do PSMC.

"A capacidade de cirurgias que podem ser feitas no Hospital São Benedito não é utilizada totalmente por falta de leitos. Como no novo hospital terá 315 leitos, poderemos transferir os que que estiverem no pós-cirúrgico para a nova unidade e assim, garantir que mais cirurgias sejam feitas", declarou.

Possas disse ainda que o novo hospital deve ser entregue, completamente terminado, até o dia 20 de maio. A unidade dispõe de 90 enfermarias de média complexidade, 60 Unidades de Terapia Intensiva (UTI), inclusive com isolamento, além dos 315 leitos.

"Tivemos um investimento de R$ 100 milhões em equipamentos, em uma área de 21 mil m²", destacou o secretário.

Com relação ao atual PS, o secretário afirmou que, após a inauguração da nova unidade, a prefeitura vai avaliar a melhor forma de funcionamento para o hospital antigo. Além disso, a proposta é fortalecer a rede de atenção básica, como Postos de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet