Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 20 de Setembro de 2019

1 1
:
1 4
:
5 3

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Internauta AN

Notícias / Educação

11 Abr 2019 - 17:00

Professores em MT têm aumento de 66% em 3 anos

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, juntamente com sua equipe técnica, apresentou nesta terça-feira (09.04) as Metas Físicas 2018 da Secretaria de Estado de Educação em audiência realizada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

A apresentação foi realizada para a Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária. Entre as metas destacadas pela secretária como positivas estão a valorização profissional, o investimento nos repasses para a alimentação e transporte escolar, a ampliação do número de escolas militares e escola de tempo integral na rede estadual.

Segundo a secretária, a valorização dos profissionais da educação pode ser destacada pelo aumento salarial que foi de 66,72% entre 2015 e 2018. Com um aumento real de 40,26%, concedido nesse período, o subsídio do professor da educação básica para 30 horas semanais (classe B – Nível 1) é hoje de R$ 4.349,55.

Entre os projetos e iniciativas que compõe a ação de gestão pedagógica da educação básica está a criação das escolas militares, que hoje totalizam oito em todo o Estado, atendendo a 2.789 alunos, em 2019. O grande diferencial das escolas militares é a redução da evasão escolar e da frequência, com metodologia de ensino e sistema disciplinar diferenciado.

Outro projeto que está dentro da gestão pedagógica é a Escola Plena, em tempo integral, cujo índice de aprovação em 2018 foi acima de 93%. Com atendimento a 7.302 alunos, a rede estadual conta hoje com 40 escolas plenas, das quais 19 tem fomento do governo federal e 21 com 100% de investimento por parte do Estado. São sete escolas em Cuiabá, quatro em Rondonópolis, três em Várzea Grande, duas em Arenápolis e as demais distribuídas em outros 24 municípios do estado. Em 2019, atende 7.302 alunos.

“O objetivo da escola plena é fazer com que o aluno passe de sete a oito horas por dia na escola, vivenciando ações pedagógicas diferenciadas no que tange ao protagonismo juvenil e ao projeto de vida. A metodologia pedagógica é completamente diferenciada, pois além de ter no contraturno escolar algumas ações voltadas para a superação das dificuldades (com sala de articulação e apoio), tem também os projetos com grupos de estudo”, explicou a secretária.

A estrutura da Seduc é formada por 767 escolas estaduais, 98 assessorias pedagógicas e 15 Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapros) e atende a 391 mil alunos.

Investimentos

A gestora Governamental da Seduc Jane Sifuentes Machado fez um resumo detalhado dos investimentos realizados entre 2015 e 2018. Entre as adequações e manutenções da infraestrutura da educação, foram realizadas um total de 220 obras, com um investimento de R$ 162.549.689,53.

Em 2018, o investimento do estado para a Alimentação Escolar teve aumento de 119,6% em relação a 2017. Enquanto que em 2017 foram investidos R$ 38.922.637,80 pelo governo federal e R$ 9.202.718,20 pelo Estado, em 2018 foram R$ 30.273.466,40 federal e R$ 20.210.457,60 estadual.

Em relação ao transporte escolar, foram investidos, em 2018, o valor de R$ 78.917.098,80 com recursos próprios da Seduc e R$ 16.874.936,71 do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). O crescimento acumulado de 2015 a 2018 foi de 69,69%. Em 2018, o transporte escolar atendeu 45.112 alunos de escolas municipais e 31.619 do Estado. Em 2019, atende 43.407 dos municípios e 31.994 alunos do Estado.

Conforme informou Jane Sifuentes, a baixa disponibilidade financeira impossibilitou a revisão e reorganização das rotas de transporte escolar rural, entre outras iniciativas previstas no Plano de Trabalho Anual (PTA).

Outra ação destacada foi o projeto Muxirum da Alfabetização, que beneficiou, entre 2017 e 2018, um total de 10.164 pessoas de 15 anos ou mais, atuando em colaboração com 23 municípios. Para tanto, foram investidos R$ 4.202.478,86. A meta do projeto é alfabetizar até este ano um total de 11.614 pessoas.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet