Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Julho de 2019

2 0
:
3 8
:
3 8

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos profissionais da educação do estado de Mato Grosso? Dê sua opinião.

Campanha Publicitária

Internauta AN

publicidade

Notícias / Agronegócio

12 Abr 2019 - 10:54

Setor agropecuário lidera ranking de acidentes de trabalho em MT, diz juíza do TRT

O cultivo de soja e ocorrências em hospitais aparecem em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

G1 MT

Publicidade

Em Mato Grosso, o setor agropecuário lidera o ranking de acidentes de trabalho, segundo a juíza do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MT), Graziele Braga de Lima. Desde 2012, o setor – onde estão incluídos os frigoríficos –, registrou 10,3 mil acidentes.

“O setor é o campeão mesmo. O problema é que temos um estado de dimensões continentais e a fiscalização acaba sendo deficitária. Temos trabalhado com prevenção. Existe um programa em que os magistrados do trabalho participam de ações de prevenção e conscientização”, afirmou.

As ações, segundo a juíza, visam quebrar a resistência, por exemplo, ao uso de equipamentos que previnam os acidentes de trabalho.

"O trabalhador, às vezes, cresceu em um ambiente em que não há essa conscientização porque o pai não usava, o avô não usava e passa a não usar também", acrescentou.

Ranking

O cultivo de soja e ocorrências em hospitais aparecem em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

No ranking dos estados que mais contabilizam acidentes de trabalho, Mato Grosso ocupa hoje a 11ª posição, com 60.418 casos entre 2012 e 2017 e 626 mortes.

As estimativas apontam que a cada 52 minutos e 11 segundos uma pessoa sofre um acidente de trabalho no estado e que a cada 3 dias e 11 horas uma pessoa morre em decorrência do trabalho.

Os dados são divulgados pelo Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT), com base em informações do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet