Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Abril de 2019

0 3
:
2 4
:
4 5

Últimas Noticias

Torpedos

Baiano

O que Dr Eugênio em três meses de mandato já fez o que o baiano filho em 4 ano fez

praça do camilão

VENHO PEDIR AOS ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA PRAÇA DO CAMILÃO. O DESCASO QUE ELA SE ENCONTRA. O ÚNICO...

DESCASO PUBLICO

Caros amigos eleitores do baixo e norte Araguaia, enquanto não houver um conjunto de prefeitos para...

Enquete

Na sua opinião, quais são as prioridades para o Município de Confresa MT .

Classificados

Vendo ágio do lote com casa apenas levantada as paredes para assumir parcelas de 340.

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaime Borges

Valor: 15.000.00

Rodistar agressiva 6800wats

Cidade: confresa MT

Anunciante: Marcos dione de souza

Valor: 500,00

Procura-se casa para alugar

Cidade: Confresa

Anunciante: Morgana

Valor: 600,00

Notícias / Geral

15 Abr 2019 - 09:28 | Atualizado em 15 Abr 2019 - 14:09

Pediatra do Norte Araguaia relata diagnostico de doença rara em criança do sul do Pará

A doença é chamada de Síndrome de Alagille e pode ser acompanhada de alterações no coração, coluna vertebral, olhos e no fígado como é no caso da paciente de dois meses de idade

redação

Reprodução

O pediatra Dr.João com a criança diagnosticada e a família da mesma. (Crédito: Reprodução)

O pediatra Dr.João com a criança diagnosticada e a família da mesma.

Publicidade

Publicidade

Um médico pediatra, que atende em várias cidades do Norte Araguaia, relata ter descoberto uma doença rara em um paciente do sul do Pará, que hoje está em tratamento no estado de São Paulo.

A doença é chamada de Síndrome de Alagille e pode ser acompanhada de alterações no coração, coluna vertebral, olhos e no fígado como é no caso da paciente de dois meses de idade, residente de Santana do Araguaia, interior do Pará, que está sendo acompanhada.

A paciente se submeterá a biópsia do fígado nesta segunda-feira, 15 de abril, para avaliar os danos que a doença está provocando, que dependendo irá realizar o transplante do fígado ainda neste trimestre. Muito otimista o Dr. João Ladeia, que atendeu a bebê na região, explica a importância do tempo no diagnóstico precoce do problema e que se não realizada a correção em alguns casos a paciente evolui para cirrose do fígado rapidamente e a morte. 

“Ela estava amarelinha, além do normal após o nascimento e nesse momento não tive dúvidas do problema, formulei a hipótese diagnóstica e entrei em contato diretamente com a equipe de São Paulo e conseguimos uma internação pouco mais de 1 semana após vê-la”,ressaltou o médico reforçando também quão excelente são os colegas médicos de “pequenos interiores”.

"Somos obrigados a nos adaptar ao meio e estar um passo à frente da morte com quase nada de recurso lidando com o cansaço, estresse das famílias e prefeituras" disse o pediatra e empresário que realiza atendimentos em Porto Alegre do Norte/MT, Confresa/MT, Vila Rica) MT e Santana do Araguaia/Pará.

Inserir comentário

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

  • por Roberto lima, em 17 Abr 2019 às 07:10

    Parabens Dr Joao, acredito em seu potenciál Como medico, que Deus o abencoe e possa continuar sendo esse profesionál dedicado que conheco.

  • por Adriana, em 16 Abr 2019 às 18:52

    Otimo médico,sempre atencioso com seus pacientes.atende com dedicação e carinho.

  • por Telma, em 15 Abr 2019 às 19:37

    Parabéns meu filho por vc ser esse médico dedicado com seus pacientes que papai do céu cuida muito de vc um grande abraço filho

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet