Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Abril de 2019

0 3
:
2 3
:
3 6

Últimas Noticias

Torpedos

Baiano

O que Dr Eugênio em três meses de mandato já fez o que o baiano filho em 4 ano fez

praça do camilão

VENHO PEDIR AOS ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA PRAÇA DO CAMILÃO. O DESCASO QUE ELA SE ENCONTRA. O ÚNICO...

DESCASO PUBLICO

Caros amigos eleitores do baixo e norte Araguaia, enquanto não houver um conjunto de prefeitos para...

Enquete

Na sua opinião, quais são as prioridades para o Município de Confresa MT .

Campanha Publicitária

Classificados

Vendo ágio do lote com casa apenas levantada as paredes para assumir parcelas de 340.

Cidade: Confresa

Anunciante: Jaime Borges

Valor: 15.000.00

Rodistar agressiva 6800wats

Cidade: confresa MT

Anunciante: Marcos dione de souza

Valor: 500,00

Procura-se casa para alugar

Cidade: Confresa

Anunciante: Morgana

Valor: 600,00

Notícias / Agronegócio

15 Abr 2019 - 10:08

Carne de frango: tendência dos principais mercados importadores até 2028

Em estudo que acaba de divulgar, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) estima que nos 10 anos compreendidos entre 2019 e 2028 as importações de carne de frango por parte dos maiores importadores devem aumentar em torno de 28%

AviSite

Publicidade

Publicidade

Em estudo que acaba de divulgar, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) estima que nos 10 anos compreendidos entre 2019 e 2028 as importações de carne de frango por parte dos maiores importadores devem aumentar em torno de 28%, índice que corresponde a um adicional de 3,5 milhões de toneladas. Assim, as compras destinadas a nove grandes mercados devem ficar em torno dos 15,8 milhões de toneladas.

O USDA relaciona como nove principais mercados a África Subsaariana (1), o Oriente Médio excetuada a Arábia Saudita (2), a Arábia Saudita isoladamente (3), a América Latina e o Caribe (4), o México isoladamente (5), a União Europeia (6), a Rússia isoladamente (7), China e Hong Kong (8) e Outros países do Leste Asiático, aqui inclusos Japão, Coreia do Sul e Filipinas (9).

Na verdade, esses grandes mercados estão resumidos a oito (e não nove). Porque o sétimo deles na relação do USDA – a Rússia, que já foi o maior importador mundial de carne de frango – se transforma rapidamente em exportador. Aliás, entre os mercados relacionados, é o único a registrar decréscimo nas importações (13% a menos que o previsto para 2019).

Na visão do USDA, as importações por parte da África Subsaariana e do Oriente Médio devem experimentar expansão de 36% e 28%, respectivamente. Por volta de 2028 estarão importando, em conjunto, um volume adicional de 1,34 milhão de toneladas. Tais projeções se baseiam, de um lado, no aumento vegetativo da população e na expansão do poder aquisitivo do consumidor. Do outro lado, a persistência de doenças animais tende a limitar a expansão da produção, forçando o aumento das importações.

No tocante ao mercado chinês (China + Hong Kong), o USDA observa que o consumo crescente será provido, quase exclusivamente, pela produção interna. Ou seja: as importações devem atender não mais que 2% do consumo total. Porém, dada a dimensão de seu mercado, as importações chinesas devem crescer quase 40%, o que fará da China um importador líquido. Somadas, as compras anuais de China e Hong Kong devem superar as 900 mil toneladas.

Porém, isoladamente, o grande mercado importador de carne de frango continuará sendo o México. Que, na interpretação do USDA, continuará expandindo sua produção, mas a um ritmo mais lento que o aumento de consumo, o que levará as importações a aumentarem 27% - um adicional de, praticamente, 300 mil toneladas, o que deve fazer com que as compras externas mexicanas de carne de frango superem a casa dos 1,3 milhão de toneladas.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

Campanha publicitária
 
Sitevip Internet