Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 21 de Maio de 2019

0 3
:
3 3
:
2 9

Últimas Noticias

Torpedos

Alternativa

Parabéns ao sindicato rural e prefeitura municipal de vila rica MT 33 anos de aniversario

Camilão iluminado!

Parabenizo a administração municipal que atendeu as diversas solicitações dos munícipes e iluminou...

Camilão às escuras

A situação da praça Camilão é triste. Um dos pouquíssimos espaços públicos para lazer e talvez o...

Classificados

SANDERO STEPWAY 12/12

Cidade: CONFRESA

Anunciante: RAFAEL GABOARDI BECKER

Valor: A COMBINAR

casa para vender

Cidade: Confresa

Anunciante: ADILSON VITAL

Valor: A combinar

Ford Focus 2007

Cidade: Confresa

Anunciante: Wilsrley

Valor: 9.000,00

Notícias / Política

7 Mai 2019 - 16:40

Deputado avalia fusão PSDB-DEM e diz que nada impede volta de Taques e Mauro ao mesmo palanque

Olhar Direto

Rogério Florentino/Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino/Olhar Direto)

Publicidade

Publicidade

O deputado estadual Carlos Avalone, que deverá assumir a presidência do Diretório Estadual do PSDB em Mato Grosso, a partir de fevereiro do ano que vem, não se opôs a uma fusão do partido com o Democratas e defendeu que a sigla encontre novos caminhos e novas linhas de conversa com a sociedade, com o objetivo de retomar suas origens. Além disto, pontuou que, dentro da política, tudo é muito dinâmico e não descartou que o ex-governador Pedro Taques (PSDB) e o atual chefe do Executivo, Mauro Mendes (DEM), possam dividir o mesmo palanque novamente, mesmo após o racha que houve antes do pleito de 2018.

Avalone pontua que existem muitas ideias estudadas no momento. “Saímos de uma derrota nas urnas a nível federal e estadual. Precisamos encontrar novos caminhos, abrir uma linha de conversa com a sociedade e retomar nossas origens, como o partido começou, com uma vontade das ruas”.
 
“No decorrer do tempo, embora tenhamos sido responsáveis por diversas transformações no país e no Estado, é um momento que precisamos parar e refletir. Tem a ideia de trocar de nome, que não gosto muito e também essa questão de fundir com outro partido, como é o caso do próprio DEM. O importante é voltar à base”, explicou o deputado.
 
O parlamentar ainda acredita que existirão problemas a nível estadual com uma possível fusão do PSDB com o DEM. Isso porque, conforme ele, as relações são diferentes dentro de uma unidade da federação. Porém, fez questão de ressaltar que as conversas e tratativas ainda estão apenas no começo.
 
O deputado também colocou o governdador de São Paulo, João Dória, como a principal liderança do partido atualmente. Porém, afirmou que é preciso respeitar os anteriores, como é o caso do ex-governador Geraldo Alckimin, que – segundo ele – continua sendo muito respeitado e uma voz ativa dentro da sigla.
 
Questionado sobre como seria a relação entre Pedro Taques e Mauro Mendes, Avalone lembra que os dois começaram juntos. “Eles faziam parte do [Movimento] Mato Grosso Mais. A política é muito dinâmica. Eles venceram as eleições juntos, lançando o nome do Pedro, mas depois se desentenderam, foram para o embate nas urnas. Nada impede que no futuro possam estar juntos novamente. A história mostra isto”.
 
“Política tem que ser feita mais em cima de ideias do que de pessoas. Se o DEM e o PSDB tiverem pensamentos próximos, [a fusão] pode ser o caminho. Vamos crescer com ela, mas perderemos alguns companheiros também. Isso acontece, já que existem diferentes tipos de pensamentos”, finalizou o deputado.
 
O atual presidente do PSDB em Mato Grosso, Paulo Borges, e Avalone, que estavam na disputa pelo cargo no Diretório Estadual, decidiram fazer uma composição e acordaram em entrar no pleito com uma chapa única. Sendo assim, ficou combinado que o parlamentar assumirá o comando da sigla a partir de fevereiro, visando coordenar as eleições municipais de 2020.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet