Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Julho de 2019

1 9
:
4 9
:
3 1

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos profissionais da educação do estado de Mato Grosso? Dê sua opinião.

Campanha Publicitária

Internauta AN

publicidade

Notícias / Polícia

9 Mai 2019 - 13:40

Polícia define 3 delegados e 5 investigadores para apurar grampos

Eles devem iniciar trabalhos a partir da semana que vem em uma sala no Complexo Jurídico do TJ

Mídia News

Reprodução

Os delegados Luciana Batista Canaverde, Rafael Mendes Scatolon e Jannira Laranjeira Siqueira (Crédito: Reprodução)

Os delegados Luciana Batista Canaverde, Rafael Mendes Scatolon e Jannira Laranjeira Siqueira

Publicidade

A Polícia Civil oficializou nesta quarta-feira (8) os nomes dos três delegados que irão conduzir os inquéritos policiais que apuram interceptações telefônicas ilegais no Estado.

 

Trata-se dos delegados Rafael Mendes Scatolon, Luciana Batista Canaverde e Jannira Laranjeira Siqueira Campos.

 

Os três foram definidos na semana passada pela Diretoria Geral da Polícia Civil e seus nomes foram formalmente oficializados ao desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Orlando Perri e também ao juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da Sétima Vara Criminal do TJ, nesta terça-feira (07).

 

Os delegados devem iniciar os trabalhos a partir da semana que vem em uma sala no Complexo Jurídico do Tribunal de Justiça, localizado na Miranda Reis, em Cuiabá.

 

As três autoridades policiais irão desenvolver as investigações juntamente com cinco investigadores, entre eles dois analistas de inteligência e dois escrivães.

 

A Diretoria da Polícia Civil ressalta que os delegados designados, exclusivamente para as investigações, irão atuar de forma técnica, célere, mantendo o sigilo necessário para o desenvolvimento e êxito dos trabalhos.

 

A direção ainda destaca que os delegados Flávio Henrique Stringueta e Ana Cristina Feldner foram convidados para novamente assumirem à investigação, mas se recusaram por razões pessoais e profissionais.

 

O delegado Flávio Stringueta é o titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e não deseja deixar a unidade para estar à frente desse trabalho. Já a delegada Ana Cristina Feldner está de licença maternidade.

 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet