Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Julho de 2019

1 9
:
5 4
:
1 5

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos profissionais da educação do estado de Mato Grosso? Dê sua opinião.

Internauta AN

publicidade

Notícias / Política

10 Mai 2019 - 14:40

AL diz que Daltinho, Fabris e Savi vão pagar por uso de carros

Procuradoria do Legislativo poderá propor ação judicial de cobrança e ressarcimento ao erário

Mídia News

Alair Ribeiro/MidiaNews

O procurador Grhegory Paiva disse que Procuradoria pode propor ação contra ex-deputados (Crédito: Alair Ribeiro/MidiaNews)

O procurador Grhegory Paiva disse que Procuradoria pode propor ação contra ex-deputados

Publicidade

Os ex-deputados estaduais Adauto de Freitas, o ‘Daltinho’ (Patriota), Gilmar Fabris (PSD) e Mauro Savi (DEM) terão que custear as despesas relativas aos dias em que usaram veículos oficiais da Assembleia Legislativa, mesmo não estando mais exercendo seus mandatos.

 

Conforme o Legislativo, um levantamento está sendo realizado pela Secretaria Geral da Casa, de modo a identificar os valores gastos de forma indevida por conta das locações dos veículos.

 

Em nota, na qual não cita os nomes dos ex-parlamentares, a Assembleia afirmou também que eles já devolveram os carros.

“Os responsáveis deverão efetuar o pagamento por meio de depósito identificado à Assembleia”, afirmou o procurador-geral da Assembleia, Grhegory Paiva Pires Moreira Maia.

 

Ainda conforme Maia, caso os ex-deputados não assinem o acordo e efetuem os depósitos, a Procuradoria deverá propor uma ação judicial de cobrança e ressarcimento.

 

O procurador explicou ainda todos os parlamentares com mandato podem ter um veículo à disposição e visa “garantir a execução das atividades parlamentares”, tendo em vista que eles “atuam em todo o estado como representantes legais dos cidadãos”.

 

Por fim, Maia afirmou que todos os gastos do Poder Legislativo com locação de veículos ou com qualquer outro produto ou serviço são legitimados por meio de processos legais, como licitações, e estão disponíveis no Portal Transparência.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet