Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 21 de Maio de 2019

0 3
:
3 9
:
1 4

Últimas Noticias

Torpedos

Alternativa

Parabéns ao sindicato rural e prefeitura municipal de vila rica MT 33 anos de aniversario

Camilão iluminado!

Parabenizo a administração municipal que atendeu as diversas solicitações dos munícipes e iluminou...

Camilão às escuras

A situação da praça Camilão é triste. Um dos pouquíssimos espaços públicos para lazer e talvez o...

Classificados

SANDERO STEPWAY 12/12

Cidade: CONFRESA

Anunciante: RAFAEL GABOARDI BECKER

Valor: A COMBINAR

casa para vender

Cidade: Confresa

Anunciante: ADILSON VITAL

Valor: A combinar

Ford Focus 2007

Cidade: Confresa

Anunciante: Wilsrley

Valor: 9.000,00

publicidade

Notícias / Polícia

13 Mai 2019 - 09:30

Delegado diz que assaltantes de carro-forte ou da modalidade "novo cangaço" não terão chance no Estado

GCCO: "Resposta será à altura; ladrões não vão se criar em MT"

Mídia News

Alair Ribeiro/MidiaNews

Chefe da GCCO, da Polícia Civil, delegado Flávio Stringueta (Crédito: Alair Ribeiro/MidiaNews)

Chefe da GCCO, da Polícia Civil, delegado Flávio Stringueta

Publicidade

Publicidade

O chefe da Gerência de Combate ao Crime Organizado, delegado Flávio Stringueta, afirmou que a Polícia Civil irá "responder à altura" aos bandidos que tentarem executar planos de ataque como o registrado em Cuiabá, na última sexta-feira (10).

 

Na ocasião, bandidos fortemente armados tentaram roubar malotes de um carro-forte que iria abastecer os caixas eletrônicos do Supermercado Atacadão, no Bairro Tijucal. Houve troca de tiros com vigias do carro-forte e policiais da GCCO. Três assaltantes morreram.

 

"A repressão será à altura do que eles [criminosos] merecem. Se estiverem armados, vamos reprimir com armas. Se não estiver com armas, vamos prender", disse Stringueta. 

 

Ao MidiaNews, o delegado ainda exaltou a ação da polícia, reafirmando que a operação foi "cirúrgica". Ele explicou que a Polícia Civil já fazia o monitoramento dos assaltantes e que esse tipo de crime não irá prosperar no Estado.

  

"Nosso recado [para criminosos] é que ladrões de carro-forte e 'novo cangaço' não vão se criar aqui em Mato Grosso", disse o delegado, fazendo referência ainda às quadrilhas de assalto a banco.

 Entenda o caso 

 

O tiroteio dentro do Supermercado Atacadão ocorreu por volta das 14h40, nessa sexta-feira (10). Nenhum funcionário ou cliente do estabelecimento ficou ferido.

 

A quadrilha foi surpreendida pela ação dos policiais e dos seguranças do carro-forte.  

 

Na ocasião, dois suspeitos conseguiram fugir em meio a clientes que correram para as saídas do supermercado durante a troca de tiros - sendo que um deles carregava uma submetralhadora. Eles ainda não foram identificados ou localizados pela Polícia Civil. 

 

Investigação

 

A Polícia Civil apura a possível participação de uma funcionária da Brinks, que fazia a segurança do carro-forte quando a tentativa de assalto aconteceu. 

 

A suspeita é de que a mulher tenha passado informações importantes sobre a rota e horários do carro-forte no estabelecimento, de acordo com Stringueta. 

 

Outra possibilidade investigada é se os bandidos agiam sob ordens do Comando Vermelho.

 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet