Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 19 de Julho de 2019

1 9
:
5 6
:
2 9

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos profissionais da educação do estado de Mato Grosso? Dê sua opinião.

Campanha Publicitária

Internauta AN

Notícias / Geral

14 Mai 2019 - 09:19

Sicredi é destaque nas liberações de crédito do Pronaf na região Centro Norte

Instituição financeira cooperativa liberou R$ 373,3 milhões em recursos do BNDES para a agropecuária em 2018; deste total, R$ 163,2 milhões foram na linha de crédito que apoia a agricultura familiar.

ÍconePress

Publicidade

Destaque no ranking de desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Sicredi foi mais uma vez, em 2018, um dos principais parceiros do banco de fomento nas liberações de recursos para as atividades agrícola e pecuária. Na região Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, foram aplicados R$ 373,337 milhões com recursos do BNDES no último ano, aumento de 31,6% em relação ao montante contabilizado ano anterior, que somou R$ 283,483 milhões.
 
O ranking anual do BNDES identifica o desempenho das instituições financeiras nas operações indiretas, aquelas em que o banco de desenvolvimento participa indiretamente no repasse de recursos por meio de um agente financeiro a ele credenciado, como no caso do Sicredi. As operações se referem às linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Inovagro, Pronamp e Moderagro.
 
O Pronaf, como o próprio nome diz, é destinado aos produtores familiares, e foi responsável pelo maior volume de liberações em 2018, na região Centro Norte. O Sicredi aplicou R$ 163,260 milhões com recursos do BNDES em 2018, 80% a mais que os R$ 90,808 milhões liberados em 2017. Considerando outras fontes além do BNDES, como os recursos da poupança, o Pronaf foi responsável pela liberação de R$ 317,285 milhões na região, acréscimo de 49% sobre os R$ 213,689 milhões no ano anterior. O presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Spenthof, afirma que o Pronaf é uma linha especialmente operacionalizada pelo Sicredi porque beneficia um grande número de produtores rurais e principalmente por atender os pequenos.
 
O Sicredi na região Centro Norte encerrou 2018 com saldo total da carteira de crédito do Pronaf (BNDES e outras fontes) em R$ 645 milhões, expansão de 28,7% sobre os R$ 501 milhões de saldo ao fim de 2017. “Esses recursos são aplicados em propriedades familiares, o que possibilita ao produtor investir em melhorias na atividade, produzir mais e consequentemente, obter uma renda maior. Com mais produção, além de ele ganhar mais, ele gera emprego no seu sítio e concretiza um dos propósitos da atuação do Sicredi, que é melhorar a qualidade de vida das pessoas e da comunidade onde elas vivem”.
 
Um dos associados beneficiados com crédito do Pronaf no último ano foi Alessandro Gonçalves da Silva, 40 anos. Natural de Guaíra (PR) é produtor rural em Sinop há 16 anos. Na cidade natal trabalhava com café em área arrendada e decidiu vir para Mato Grosso para ter as próprias terras. Comprou uma propriedade em um assentamento, recém-desmatada e começou a trabalhar com pecuária. Ele conta que sempre ouvia falar do apoio do Sicredi aos pequenos e não imaginava que ia trabalhar com a cooperativa, mesmo tendo uma conta antiga, sem movimentação. Foi a partir do momento que obteve o título da terra e vendo os vizinhos se relacionarem com a cooperativa que estava sempre presente no assentamento, foi procurado pelo Sicredi e conheceu a atuação da instituição financeira cooperativa. “Tornei-me associado em 2014. Quando percebeu que precisava investir no gado leiteiro contratou crédito no Sicredi, pelo Pronaf. Foram duas operações de R$ 50 mil cada, pagas em dois anos. 
 
Atualmente possui um rebanho de 220 cabeças, divididas entre gado leiteiro e de corte. São cerca de 160 vacas leiteiras. Antes da aquisição das matrizes de melhor genética tinha uma produção diária de 100 a 120 litros de leite, e agora tira de 280 a 300 litros/dia. “Meu salário mensal era de R$ 3 mil e agora, com mais leite sendo produzido subiu para R$ 9 mil. Sem contar a venda de bezerros, quando ao salário pode chegar a R$ 15 mil”, diz ao comentar que tem estrutura para tirar 1.000 litros/dia e vai trabalhar para atingir esta marca.
 
Outro associado que já utilizou os recursos do Pronaf é o pecuarista Fernando Marques, 38, de Bom Jesus do Araguaia. O primeiro crédito foi contratado há dois anos para comprar gados de corte. Ele conta que faz cria, recria e engorda e comprou uma parte dos animais em 2017 e outra em 2018, num total de 66 cabeças. Ao todo foram emprestados R$ 100 mil e já está obtendo retorno do investimento. Além de comprar mais animais investiu na qualidade da terra e do pasto. O gado de corte é vendido para frigoríficos e os bezerros machos são revendidos para pecuaristas. “Esta contratação de crédito que fiz foi muito produtiva e já estou colhendo os resultados”.
 
As outras linhas de crédito oferecidas pelo Sicredi com recursos do BNDES são o Moderagro, financiamento para projetos de modernização e expansão da produtividade nos setores agropecuários, para ações voltadas à recuperação do solo e à defesa animal. Nesta linha foram liberados R$ 137,480 milhões em 2018 na região Centro Norte, um crescimento de 39% em relação a 2017, quando foram contratados R$ 98,574 milhões.
 
Pelo Pronamp, financiamento para investimentos dos médios produtores rurais em atividades agropecuárias, foram emprestados R$ 69,451 milhões, e pelo Inovagro, financiamento para incorporação de inovações tecnológicas nas propriedades rurais, visando ao aumento da produtividade e melhoria da gestão, foram liberados R$ 3,146 milhões.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet