Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 22 de Novembro de 2019

2 0
:
0 2
:
0 4

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Judiciário

14 Mai 2019 - 16:20

Conselho de Medicina cassa registro de Doutor Bumbum por morte de cuiabana

Agência Brasil

Reprodução

Médico Denis Furtado tinha status e muitas seguidoras nas redes sociais e a bancária Lilian Calixto saiu de Cuiabá para fazer procedimento com ele no Rio (Crédito: Reprodução)

Médico Denis Furtado tinha status e muitas seguidoras nas redes sociais e a bancária Lilian Calixto saiu de Cuiabá para fazer procedimento com ele no Rio

Publicidade

O médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como “Doutor Bumbum”, teve o registro profissional cassado nesta segunda (13). O Conselho Regional de Medicina de Goiás (CRM-GO) publicou a cassação do registro do médico, acusado de matar uma paciente durante um procedimento estético no Rio de Janeiro.

Doutor Bumbum teve a prisão preventiva decretada pela Justiça do Rio de Janeiro, em julho de 2018, após a morte da bancária cuiabanam Lilian Calixto, 46 anos, que realizou um procedimento estético no apartamento do médico, na Barra da Tijuca, passou mal e foi levada para um hospital no mesmo bairro, onde morreu. Apesar de clinicar no Rio, o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) do Doutor Bumbum só tinha validade em Brasília e Goiás.

O pedido inicial de cassação do exercício profissional foi feito pelo CRM do Distrito Federal e referendado pelo Conselho Federal de Medicina em 24 de abril. Com ele, todos os conselhos regionais onde o médico atuava são obrigados a publicar a decisão para deixar registrado que Denis Furtado perdeu o direito de exercer a medicina.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet