Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 22 de Setembro de 2019

1 3
:
1 2
:
5 7

Últimas Noticias

Internauta AN

publicidade

Notícias / Judiciário

27 Jul 2019 - 09:11

Acusado de matar procuradores em Vila Rica vai a júri popular em agosto

José Bonfim Alves de Santana é denunciado pela prática de homicídio, ocultação de cadáver, fraude processual e posse ilegal de arma.

Eldorado FM

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

O tribunal do júri pela morte do procurador aposentado do Distrito Federal, Saint’Clair Martins Souto e do procurador do Rio de Janeiro, Saint’Clair Diniz Souto, pai e filho, ocorrerá nos dias 6, 7  e 8 de agosto de 2019, em Vila Rica (1,2 mil km de Cuiabá).

Acusação formulada pelo Ministério Público de Mato Grosso (MPE) afirma que as vítimas foram assassinadas após descobrirem que o gerente da fazenda do qual eram donos estava praticando furto de gado. Elizabeth Diniz Martins Souto, esposa e mãe das vítimas, atuará como assistente de acusação.
 
José Bonfim Alves de Santana é denunciado pela prática de homicídio, ocultação de cadáver, fraude processual e posse ilegal de arma. Segundo consta processo, no dia 9 de setembro de 2016, na Fazenda Santa Luzia, zona rural de Vila Rica, o denunciado matou Saint Clair Martins Souto. Logo depois, também assassinou Saint’Clair Diniz Souto durante emboscada.
 
Os corpos das vítimas foram ocultados. Crime acabou descoberto apenas dias depois. José Bonfim foi preso no município de Colinas do Tocantins (TO). Comprovou-se que as execuções ocorreram pelo uso de um revólver calibre 38.
 
Maria Cecília de Marco Rocha, esposa da vítima mais nova, também foi admitida como assistente de acusação. Porém, como é juíza federal em Brasília, não poderá advogar. Procuração foi expedida ao advogado Mario Ribeiro.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet