Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Sexta-feira 22 de Novembro de 2019

1 9
:
3 7
:
5 3

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Geral

13 Ago 2019 - 14:27

Governo de MT proíbe órgãos públicos de abastecerem frota com gasolina e prevê economia de R$ 4 milhões

Segundo o estado, desde maio os carros oficiais estão sendo abastecidos apenas com álcool. Nos meses de junho e julho a economia aos cofres públicos foi superior a R$ 300 mil por mês.

G1-MT

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

O governo de Mato Grosso proibiu que órgãos e entidades públicas estaduais abasteçam a frota de veículos com gasolina. Desde maio, os carros oficiais estão sendo abastecidos apenas com álcool. Com a mudança, o governo prevê uma economia de R$ 4 milhões em um ano.

A mudança foi feita no Sistema de Gestão de Abastecimento de Combustíveis depois que o governo constatou ser mais vantajoso abastecer com álcool ao invés da gasolina.

A medida, segundo o governo, tem por objetivo viabilizar o Decreto nº 08/2019, que estabelece diretrizes para controle, reavaliação e contenção das despesas na administração pública.

De acordo com a Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), nos meses de junho e julho a economia aos cofres públicos foi superior a R$ 300 mil por mês, se comparada ao mês de maio.

A previsão para a próxima Ata de Registro de Preço de combustíveis, entretanto, é que haja uma cláusula que permita o remanejamento do quantitativo de gasolina e álcool.

A ideia é que cada órgão abasteça com o que for mais vantajoso no momento, ao invés de ter que haver uma proibição.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet