Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Segunda-feira 16 de Setembro de 2019

0 9
:
3 3
:
2 7

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Internauta AN

Notícias / Política

3 Set 2019 - 11:00

Senador vê prazo curto para aprovar empréstimo de US$ 250 milhões

Senador vê prazo curto para aprovar empréstimo de US$ 250 milhões

Mídia News

Publicidade

O senador Jayme Campos (DEM-MT) inicia nesta terça-feira uma “batalha” para ajudar a agilizar a aprovação no Senado do empréstimo de US$ 250 milhões junto ao Banco Mundial.

 

O objetivo é concluir a operação nos próximos dias para que o Estado não precise pagar a parcela de setembro com o Bamk Of America.“Vou verificar se o processo já está na Comissão de Assuntos Econômicos [CAE] do Senado”, disse Jayme Campos, em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Real.

 

O projeto deve ser enviado pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), à CAE para ser aprovado. Daí retorna para o presidente, que assina, e coloca na ordem do dia para ser votado em plenário.

 

“Não é uma coisa fácil, a toque de caixa. Mas vamos fazer um esforço para que seja votado ainda esta semana”, disse Campos. 

 
Na quinta-feira passada, o governador Mauro Mendes anunciou que o presidente Jair Bolsonaro já havia assinado o aval do governo federal para que se concretize o empréstimo junto ao Banco Mundial, que vai permitir quitar o empréstimo feito em 2012 no governo Silval Barbosa com o Bank of American.

 

Mendes enfatizou que o trabalho dos senadores por Mato Grosso seria muito importante para a aprovação da operação no Senado, que é vital para a recuperação das contas públicas de Mato Grosso.

 

“Independentemente de qualquer coisa vou me esforçar o máximo possível para solucionar ainda esta semana, caso contrário só na semana que vem”, admitiu Jayme Campos.

 

O empréstimo, a ser oficializado com o Banco Mundial, será usado para quitar a dívida com o banco americano, que venceria apenas em 2023, com pagamento de 2 parcelas por ano. Cada parcela é de cerca de US$ 35 milhões. 

 

Com a nova operação, o Estado vai alongar a dívida para 20 anos, desembolsando cerca de R$ 20 milhões ao ano. Os juros da operação são considerados menores.

 

Caso a operação seja concretizada da maneira como o Governo deseja, o Estado terá uma folga de R$ 100 milhões neste ano. Os valores são considerados importantes para pagar dívidas herdadas da gestão passada e até o 13º salário do funcionalismo público.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet