Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 15 de Setembro de 2019

1 3
:
2 4
:
1 0

Últimas Noticias

Internauta AN

Notícias / Agronegócio

10 Set 2019 - 14:32

Sete frigoríficos de MT têm autorização para exportar carnes para a China

Entre os frigoríficos, seis são de bovinos e uma de aves e suínos.

G1-MT

Publicidade

Dos 25 frigoríficos brasileiros que a China habilitou para que passem a exportar carne para o país asiático, sete são em Mato Grosso, sendo seis de bovinos e uma de aves e suínos. Com isso, o Brasil tem agora 89 plantas habilitadas. Até então só uma de bovinos no estado estava exportando para os chineses.

Duas unidades ficam no Norte do estado, nos municípios de Guarantã do Norte e Matupá. Outras duas indústrias no Oeste, em Barra do Bugres e Tangará da Serra, e uma outra em Várzea Grande e outra em Rondonópolis.

Além disso, um frigorífico de Lucas do Rio Verde também recebeu habilitação para exportar carne de frango e carne suína para a China.

"A China habilitando 25 frigoríficos pelo Brasil, sendo seis de bovinos em Mato Grosso, e esse anúncio veio incrementar o comércio de carne entre Mato Grosso e China, um país com 1,3 bilhão de habitantes e com uma grande demanda por proteína animal e Mato Grosso com um grande rebanho poderá se posicionar nesse comércio internacional", disse o presidente do Instituto Mato-grossense da Carne (IMC), Guilherme Nolasco.

O anúncio foi comemorado pela Associação Brasileira de Proteína Animal, já que até então somente plantas de Santa Catarina tinham autorização para fazer embarques de cortes suínos com osso para o mercado chinês.

O Ministério adiantou que essa exportação pode começar a qualquer momento. O mercado chinês e importante para a nossa carne. De acordo com dados do Instituto Mato-grossense da Carne, entre janeiro e agosto deste ano, Mato Grosso e exportou o equivalente a 97 milhões de dólares para a China, somente em carne bovina.

Em volume, o total chega a 19,5 mil toneladas de carne bovina desossada e congelada. Uma quantidade que é 35% maior que nos primeiros oito meses do ano passado.

A expectativa é de que com novas indústrias autorizadas a exportar para a China o mercado da carne fique mais movimentado até mesmo internamente. Isso vai trazer resultados para toda a cadeia desde quem cria o boi no pasto.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet