Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 15 de Setembro de 2019

1 3
:
3 2
:
5 6

Últimas Noticias

Internauta AN

Notícias / Agronegócio

10 Set 2019 - 15:20

Preços do milho continuam a cair na média nacional

No médio e longo prazos existem, sim, possibilidades de as cotações voltarem a subir, dependendo dos EUA

Agrolink

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Mesmo com a alta de 0,46% do Dólar no Brasil, com a Bolsa de Chicago fechando inalterada e a China fora de mercado, a exportação de milho novamente não concorreu com os preços internos. “O milho tem um leque muito variado de compradores, maior do que o da soja, mas a pequena recuperação do dólar nesta segunda-feira não fez voltar os valores nos níveis que os vendedores querem”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

Com isto, os preços médios recuaram cerca de 0,19% na região de Campinas, principal referência do país, para R$ 35,98/saca, contra R$ 36,05/saca do dia útil anterior, aumentando as perdas de setembro para 0,96%.

“O milho está caindo, mas, a médio e longo prazos existem, sim possibilidades de as cotações voltarem a subir, diante da situação das lavouras americanas e das exportações mundiais. O grande empecilho não são os EUA, mas a Ucrânia, que aumentou a sua exportação em 2,0 MT e tem fretes menores junto aos grandes compradores mundiais”, explica o analista Luiz Pacheco.

Os preços oferecidos pela exportação, para vendedores distantes 600 km do porto, caiu para R$ 28,75 (28,76 do dia anterior) para setembro, R$ 31,00 (31,02) para dezembro e R$ 32,46 (32,49) para março de 2020. Já os milhos importados do Paraguai chegariam ao Oeste do Paraná ao redor de R$ 30,24 (R$ 30,10 anterior); ao Oeste de Santa Catarina ao redor de R$ 33,70 (33,55) e ao Extremo Oeste de SC ao redor de R$ 33,21 (33,05) /saca. O milho argentino a R$ 49,42 (49,46) e o americano a R$ 55,37 (55,26) no oeste de SC.

“Com relação aos preços dos principais consumidores de milho, os preços do frango subiram 0,42%, como acumulado do mês ficando em 0,87%; os preços dos suínos permaneceram inalterados, com o acumulado do mês permanecendo em 0,24%. Por sua vez os preços dos bovinos avançaram 0,16%, contra a queda de 0,73% do dia anterior, mantendo o acumulado do mês em -0,80%”, conclui a T&F.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet