Agência da Notícia

Há 14 anos no MT

Agência da Notícia, Segunda-feira 16 de Setembro de 2019

0 9
:
1 1
:
2 3
publicidade

Notícias / Agronegócio

11 Set 2019 - 16:03

China aprova 21 formulações de pesticidas em agosto

Lista inclui um produto à base de Glifosato

Agrolink

Divulgação

 (Crédito: Divulgação)

Publicidade

De acordo com a China Pesticide Regostration Watch, 21 registros de produtos foram aprovados pelo instituto para o controle de Agroquímicos do Ministério da Agricultura (ICAMA). Esses produtos incluem sete herbicidas, quatro fungicidas, quatro inseticidas, três reguladores de crescimento de plantas (PGR) dois inseticidas higiênicos e, por fim, um fungicida/inseticida.

Entre todos os produtos, o ministério informou que o Glufosinate-amônio e o Metalaxyl-M lideram a campanha de registro com três produtos registrados cada um deles. Além disso ainda foram registrados dois produtos de fluoroglicofeno, fludioxonil, 6-benzilamino-puriba e havia apenas um produto derivado do princípio ativo Glifisato que foi registrado.

Dentre as cinco formulações que foram registradas pela primeira vez pelo ministério Chinês estão o Tiametoxam+metalaxil-M+Fludioxonil, o Metalaxil-M+Azoxistrobina, o LufenurãoClorfenapir, e a FlonicaminaAcetamiprina. Além desses ainda foi registrado também uma Permetrina+Transfluthrina.

De acordo com os órgãos responsáveis, essa gama de autorizações vem para colaborar com os agricultores chineses, a fim de que eles consigam modernizar cada vez mais a agricultura, abandonando ao máximo possível o trabalho manual e também adquirindo práticas que beneficiem a cadeia como um todo. Além disso, também é preciso destacar que esses produtos formulados estão presentes na maioria dos países que se destacam na produção agrícola em escala global.

Os agricultores também viram com bons olhos essa nova oportunidade de variar o seu arsenal contra os principais problemas agrícolas que atingem o país.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet