Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Quinta-feira 17 de Outubro de 2019

1 4
:
4 6
:
4 5

Últimas Noticias

Enquete

Você é a favor ou contra Lula ir para a prisão domiciliar?

Internauta AN

Notícias / Agronegócio

19 Set 2019 - 15:06

Exportações de milho devem ser recordes

Nos EUA, o clima atrapalhou a semeada

Agrolink

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Com produção brasileira de milho podendo superar as 100 milhões de toneladas na safra 2018/2019, as exportações brasileiras do cereal podem chegar à 37 milhões de toneladas em 2019, o que representa um novo recorde. Foi isso que informou o novo relatório do Rabobank divulgado essa semana. 


No entanto, os preços atuais não estão muito bons. “No Brasil, o indicador Esalq/B3 refletiu, em partes, essa desvalorização do milho no mercado internacional. O preço do cereal chegou a superar R$ 39/saca (60kg) em junho e, em setembro, tem se mantido abaixo de R$ 37/saca. Nesse ponto, a alta da taxa de câmbio, passando de patamar próximo de R$ 3,85 em junho para valores que chegaram a superar R$ 4,10 nas últimas semanas, ajudou a limitar perdas ainda mais significativas das cotações do milho no mercado local. Essa paridade de exportação deve seguir direcionando os preços no Brasil nos próximos meses”, diz o texto. 

Nos Estados Unidos, o início conturbado da safra americana em função do excesso de chuvas levou o mercado a precificar um risco significativo de perdas de produção de milho no atual ciclo. “Em meado de junho, as cotações em Chicago chegaram a superar USD 4,50/bushel, o que também deu suporte e refletiu nos preços no Brasil naquele período”, completa. 

“Porém, apesar de parte significativa da área de milho nos EUA não ter sido realmente semeada devido ao clima, a intenção de plantio do produtor americano, aparentemente, era muito maior que a prevista anteriormente no relatório do USDA de março – que apontava para algo próximo de 37,5 milhões de hectares”, conclui. 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet