Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Novembro de 2019

0 9
:
2 9
:
5 7

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

11 Out 2019 - 14:47

Está mais caro produzir aves

ICP Frango acumula alta de 0,57% no ano

Agrolink

Lucas Cardoso / Embrapa

 (Crédito: Lucas Cardoso / Embrapa)

Publicidade

O custo de produção da avicultura e da suinocultura subiu novamente no mês de agosto, segundo informações do Centro de Inteligência de Aves e Suínos (CIAS) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Nesse cenário, o índice que mede o custo de produção de frango de corte subiu 1,49% em agosto, quando comparado com o mês imediatamente anterior. 

De acordo com o portal especializado CarneTec Brasil, esse panorama é influenciado principalmente pelo aumento no custo de nutrição e de pintos de um dia. “O custo de produção do quilo do frango de corte vivo em aviário tipo climatizado em pressão positiva no Paraná estava em R$ 2,83 em agosto, sendo que 67,8% deste total é referente ao custo de alimentação”, informa. 

Além disso, a Embrapa afirmou também que, no ano, o ICP Frango acumula alta de 0,57% e nos últimos 12 meses houve queda de 1,35%, já o ICPSuíno subiu 0,13% em agosto, também impactado pelo custo de nutrição. O custo do quilo do suíno vivo produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina estava cotado a R$ 3,88 em agosto, com o custo de alimentação representando 76,24% deste total. “O ICPSuíno sobe 1,15% no ano e cai 4,45% nos últimos 12 meses”, indica. 

No ano passado, os gastos com nutrição subiram 11,6%, sendo que o gasto com a alimentação das aves representa 69% do total dos custos de produção dos frangos. Em seguida, as maiores altas em 2018 ficaram com os itens pinto de um dia (2,18%), custo de capital (0,18%) e depreciação (0,16%). 

á o custo para se produzir suínos subiu 9,8% em 2018. O resultado foi influenciado principalmente pela alimentação dos animais, que teve um aumento de 9,6%. 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet