Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Terça-feira 12 de Novembro de 2019

1 5
:
1 3
:
5 8

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Agronegócio

14 Out 2019 - 14:57

Plantio da soja em ritmo lento

Falta de chuva gera atrasos

Agrolink

Arquivo

 (Crédito: Arquivo)

Publicidade

Em algumas regiões produtoras de soja do país o plantio da safra 2019/2020 está atrasado, principalmente em função de questões climáticas. A consultoria AgRural estima que o plantio atingiu 11% da área no Brasil. No mesmo período do ano passado já estavam plantados 20%, o que significa um atraso. Quando se compara a média dos últimos cinco anos a diferença, no entanto, é pequena.

Regiões como Sul de São Paulo e Oeste paranaense estão tendo que replantar algumas áreas. Aquelas plantadas em meados de setembro receberam pouca ou nenhuma chuva  e temperaturas elevadas, o que prejudicou a germinação. Com a esperança de que os volumes de chuva normalizem em outubro produtores de Guaíra plantaram 50% da área. Em alguns locais já está sendo feito o replantio do que não nasceu. A chuva esperada para a semana passada, ficou somente entre 20 e 50 mm. No Paraná a soja deve ocupar uma área de 5,5 milhões de hectares.

Mato Grosso é o estado mais adiantado. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) nesta semana o volume atingiu 16,35% da área estimada, avanço de quase 10 pontos percentuais em relação à safra anterior. O plantio da oleaginosa encarou atrasos no ínicio,  mas o Imea não vê problemas atualmente. 

Já no vizinho Mato Grosso do Sul os produtores estão receosos com a falta de chuva. Levantamento da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), a estimativa para a safra de soja é de 3,163 milhões de hectares cultivados, com produção aproximada de 9,906 milhões de toneladas e produtividade média de 52,19 sacas por hectare. 

 “O mês de setembro em Mato Grosso do Sul foi marcado por veranicos e baixa precipitação, de forma que observou-se um tímido movimento de semeadura de soja, à espera de melhores condições climáticas para que haja viabilidade dos grãos semeados”, descreve a Circular Técnica da Famasul.

Com base em dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), foi apurada redução de 390% no volume de chuvas no comparativo entre setembro de 2018 e de 2019. Até o dia 4 de outubro apenas 0,2% estavam plantados.  O Sul do estado é a região que tem o plantio mais avançado, nos municípios de Vicentina e Fátima do Sul.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet