Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Sábado 16 de Novembro de 2019

2 0
:
3 8
:
3 6

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

16 Out 2019 - 15:36

14% da comida global vai para o lixo

As descobertas ajudarão a identificar pontos críticos de perda nas cadeias de suprimentos

Agrolink

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Cerca de 14% dos alimentos globais são desperdiçados após a colheita e antes de atingir o nível de varejo, inclusive por meio de atividades na fazenda, armazenamento e transporte. Foi isso que informou o relatório sobre o estado de alimentos e agricultura divulgado pela Organização para Alimentos e Agricultura das Nações Unidas (FAO). 

A FAO monitorou quanto, onde e por que os alimentos são perdidos em diferentes estágios da cadeia de suprimento de alimentos. As descobertas ajudarão a identificar pontos críticos de perda nas cadeias de suprimentos, que têm um grande impacto na segurança alimentar. 

Os resultados mostraram que a colheita é o ponto de perda crítica mais frequentemente identificado para todos os tipos de alimentos. Também foi relatado que as perdas e desperdícios são geralmente mais altos para frutas e legumes do que cereais e leguminosas em todas as etapas da cadeia de suprimentos, exceto as perdas na fazenda e as ocorridas durante o transporte no leste e sudeste da Ásia. 

Para países de baixa renda, a causa de grandes perdas na cadeia de suprimentos de frutas e vegetais é a infraestrutura precária, principalmente as instalações de armazenamento. Para países de alta renda, ocorrem perdas quando há avarias técnicas, má gestão da temperatura nas instalações de armazenamento. A FAO apelou à compreensão do problema pelos consumidores e produtores e tomou medidas para reduzir efetivamente as perdas de alimentos em todo o mundo. 

“Alimentar a população mundial de forma ambientalmente sustentável se tornará cada vez mais desafiador nas próximas décadas. A demanda global por produtos agrícolas está prevista para aumentar em 35% a 50% entre 2012 e 2050 como resultado do crescimento da população e da renda”, diz o relatório. 

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet