Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Segunda-feira 11 de Novembro de 2019

2 1
:
3 3
:
2 9

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

8 Nov 2019 - 15:51

Soja tem queda em Chicago após divulgação de relatório do USDA

O relatório indicou safra de soja americana inalterada na comparação com os números de outubro

Canal Rural

Governo Federal

 (Crédito: Governo Federal)

Publicidade

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o complexo soja operava com preços mais baixos para grão e farelo, e cotações mais altas para óleo no meio-pregão desta sexta, 8. O mercado, que já vinha sendo pressionado pela fala do presidente Donald Trump, manteve o tom baixista após a divulgação do relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que frustrou expectativas.  


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse sexta-feira que não concordou em remover tarifas sobre produtos chineses, embora Pequim queira que ele faça isso. As declarações vieram na posição contrária da semana, marcada por otimismo em busca de um acordo comercial. 

O USDA indicou safra de soja americana inalterada na comparação com os números de outubro. O mercado apostava em corte. Já os estoques foram elevados, enquanto as projeções eram de redução.  

A produção 2019/2020 está estimada em 3,550 bilhões de bushels, ou 96,62 milhões de toneladas. O mercado esperava uma safra de 3,513 bilhões ou 95,6 milhões de toneladas. No relatório de outubro, a previsão era de 3,550  bilhões de bushels ou 96,62 milhões de toneladas. Para 2018/19, a previsão foi mantida em 4,428 bilhões ou 120,5 milhões de toneladas.  

Os estoques finais em 2019/2020 estão projetados em 475 milhões de bushels, o equivalente a 12,93 milhões de toneladas, enquanto o mercado apostava em número em torno de 11,68 milhões. No relatório anterior, a previsão era de 460 milhões de bushels ou 12,52 milhões de toneladas.  

 Os contratos com vencimento em novembro de 2019 tinham preço de US$ 9,22 1/2 por bushel, retração de 2,50 centavos de dólar por bushel ou 0,27%. A posição janeiro de 2020 era cotada a US$ 9,31 1/4 por bushel, desvalorização de 5,25 centavos de dólar por bushel ou 0,56%.

 No farelo, dezembro de 2019 tinha preço de US$ 303,60 por tonelada, recuo de US$ 2,00 ou 0,65% em relação ao fechamento anterior. Já a posição dezembro de 2019 do óleo era cotada a 31,65 centavos de dólar por libra-peso, alta de 0,22 centavo de dólar por libra-peso ou 0,69%.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet