Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Domingo 15 de Dezembro de 2019

0 5
:
2 6
:
5 4

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Agronegócio

12 Nov 2019 - 15:45

Preços do boi gordo voltam a disparar e arroba sobe até R$ 4

Os frigoríficos se deparam com encurtamento de seus estoques, natural em um cenário de demanda aquecida em que há uma clara dificuldade na composição das escalas de abate

Canal Rural

Lenito Abreu/Governo do Tocantins

 (Crédito: Lenito Abreu/Governo do Tocantins)

Publicidade

O mercado físico do boi gordo segue com preços em alta nas principais praças de produção e comercialização do país. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o quadro de escassez de oferta é determinante para justificar toda essa movimentação nas últimas semanas, com recordes  superados diariamente.


“A demanda se mostra bastante aquecida, com exportações em bom nível, além de toda a demanda que marca o último bimestre do ano. Com isso, não há sinais de mudança de perfil no curto prazo”, assinalou. 

Em São Paulo, os preços passaram de R$ 180,00 a arroba para R$ 182,00 a arroba. Em Minas Gerais, preços de R$ 180,00 a arroba, contra R$ 176,00 a arroba na sexta-feira. Em Mato Grosso do Sul, preços em R$ 173,00 a arroba, contra R$ 171,00 – R$ 172 a arroba. Em Goiás, o preço permaneceu em R$ 170,00 a arroba, em Goiânia. Já no Mato Grosso o preço subiu de R$ 159,00 a arroba para R$ 161,00 a arroba.  

Atacado

No atacado, os preços da carne bovina dispararam. “Os frigoríficos se deparam com encurtamento de seus estoques, natural em um cenário de demanda aquecida em que há uma clara dificuldade na composição das escalas de abate.

Com isso, os preços da carne bovina também disparam, com espaço para novos reajustes no curto prazo. Por sua vez, a tendência é que esse movimento respingue nas demais proteínas de origem animal, dada a saturação do consumidor médio que tende a buscar produtos que causem um menor impacto em sua renda”, disse Iglesias.  

O corte traseiro teve preço de R$ 15,00 por quilo, ante R$ 14,00 por quilo na sexta-feira. A ponta de agulha passou de R$ 9,30 por quilo para R$ 10,00 por quilo, enquanto o corte dianteiro subiu de R$ 9,40 por quilo para R$ 10,00 por quilo. 

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com baixa de 0,62%, sendo negociado a R$ 4,142 para venda e a R$ 4,140 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 4,138 e a máxima de R$ 4,172.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet