Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Quinta-feira 12 de Dezembro de 2019

1 8
:
3 3
:
4 8

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Geral

15 Nov 2019 - 09:15

Secretário de Emanuel rebate críticas de Casa Civil de Mendes

Interino da Secretaria de Governo do Município contestou apontamentos feitos por Mauro Carvalho

Mídia News

Luiz Alves

 (Crédito: Luiz Alves)

Publicidade

O secretário municipal interino de Governo de Cuiabá, Lincoln Sardinha, saiu em defesa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) após críticas feitas pelo secretário-chefe da Casa Civil do Estado, Mauro Carvalho, na manhã desta quinta-feira (14). 

Em entrevista à Rádio Capital, Carvalho citou uma piora no quadro fiscal e administrativo de Cuiabá e rebateu críticas que Emanuel vem fazendo à gestão Mendes na Capital, que durou entre 2013 e 2016.

“É compreensível que, com o período eleitoral se aproximando, aqueles que possuem pretensões políticas tendem realmente a falar mais e, não tendo resultados a apresentar, atacam na ânsia de buscar espaço”, escreveu Sardinha em nota encaminhada à imprensa.

O secretário refere-se à uma possível candidatura de Carvalho à Prefeitura de Cuiabá em 2020. O chefe da Casa Civil de Mendes é cogitado pelo Democratas como um dos nomes fortes para a disputa.

Na entrevista, Carvalho apontou que Mendes deixou o Município gastando 47% da Receita Corrente Líquida com pessoal. Atualmente, esse número está em 51,3%, segundo ele.

“Essa é a verdadeira ‘bucha de canhão’. É igual aquele carro que você vai vender e manda lavar, manda polir, passa aquele pretinho no pneu e o carro fica maravilhoso por fora. Mas na hora de dar partida e andar com ele, o motor está fundido. A Prefeitura não pode ser avaliada só porque está pintando rua, pintando escola, inaugurando não sei o quê”, criticou Carvalho.

“Em 2016, nós éramos a 11ª Capital em resultados econômicos. Hoje nós passamos para a 25ª. Nós passamos da letra B para a C [na nota de capacidade de endividamento]. Nós saímos de 334ª a nível de Brasil, de cidades, para 2.200ª”, completou.

 Sardinha rebateu a afirmação dizendo que a Prefeitura atua com responsabilidade fiscal e suas ações são voltadas para a população.

“Responsabilidade essa que nos permite encontrar portas abertas para continuar buscando novos investimentos. Para a atual gestão, o mais importante é fazer a diferença na vida das pessoas, principalmente daquelas que mais precisam do poder público. E nesse sentido Cuiabá tem avançado muito mais”, disse.

“Não se trata de índices, números e planilhas frias. Se trata de investir em gente. A Prefeitura não é empresa privada, não pensa como empresário. Para atual gestão, quem tem que lucrar são as pessoas”, rebateu Sardinha.

Em relação às obras cosméticas citadas por Carvalho, Sardinha afirmou que o trabalho desenvolvido pela atual gestão não se limita a "pinturas"

"São inúmeros bairros beneficiados com obras por toda cidade como asfalto, escolas, CMEIs, unidades de atendimento básico de saúde, praças e parques, além de outras obras estruturantes que levam a melhoria na qualidade de vida, principalmente para as comunidades mais carentes. Literalmente Cuiabá se transformou em um canteiro de obras", citou o secretário de Emanuel.

Renúncia ao cargo

O bate-rebate entre secretários também envolveu o novo Hospital Municipal de Cuiabá, que será inaugurado na próxima segunda-feira. Para Emanuel, a obra foi abandonada pela gestão passada.

Na entrevista à Rádio Capital, Carvalho afirmou que, ao contrário do que afirma o prefeito, a obra foi entregue com quase 30% dos serviços concluídos. Ele desafiou o gestor a provar o citado abandono. 

“Se ele conseguir provar que a obra estava abandonada, eu até renuncio ao meu cargo na Casa Civil e gostaria que ele fizesse o mesmo na Prefeitura de Cuiabá, caso ele não consiga provar que realmente essa obra estava abandonada e parada”, desafiou.

Este ponto Sardinha também contestou na nota. "Salientamos que nossa gestão não tem qualquer interesse em entrar em desafios vazios, pois temos mais de 700 mil motivos para encarar desafios maiores e com fundamento. O desafio de continuar trabalhando, dia após dia, para que nossa pujante Cuiabá dos 300 anos esteja entre as grandes cidades e a sua população seja a grande beneficiada", escreveu Sardinha.

Para o chefe da Casa Civil do Estado, Emanuel deve “descer do salto” e admitir que Mendes realizou uma excelente gestão e entregou obras.

“Na política a gente tem que ter o salto sempre muito baixinho, porque política se faz em grupo. Essa humildade é o que falta no prefeito Emanuel Pinheiro, de reconhecer não só o trabalho do Mauro Mendes, mas dos outros prefeitos que passaram pela Prefeitura de Cuiabá”, afirmou Carvalho.

"Com toda uma cidade em pleno desenvolvimento para se cuidar, nossa gestão escolheu não olhar para trás mas sim trabalhar e possibilitar à população a oportunidade de desfrutar dos resultados a serem colhidos", rabateu Sardinha

- É compreensível que, com o período eleitoral se aproximando, aqueles que possuem pretensões políticas tendem realmente a falar mais e, não tendo resultados a apresentar, atacam na ânsia de buscar espaço;

- Destacamos, ainda,  que desde que assumimos a administração do Palácio Alencastro, a determinação da atual gestão do Município é cuidar de Cuiabá, priorizando os mais humildes e dessa forma, concluir e entregar as várias obras que herdou inacabadas, paralisadas ou abandonadas;

- Com toda uma cidade em pleno desenvolvimento para se cuidar, nossa gestão escolheu não olhar para trás mas sim trabalhar e possibilitar à população a oportunidade de desfrutar dos resultados a serem colhidos;

- Nesse sentido, em dois anos e 11 meses, é possível ver que os frutos desse trabalho não se limitam apenas a “pinturas”;

- São inúmeros bairros beneficiados com obras por toda cidade como asfalto, escolas, CMEIs, unidades de atendimento básico de saúde, praças e parques, além de outras obras estruturantes que levam a melhoria na qualidade de vida, principalmente, para as comunidades mais carentes. Literalmente Cuiabá se transformou em um canteiro de obras;

- Podemos colocar nessa balança também os diversos programas de benefícios sociais como o Hora Estendida na Educação e na Saúde, o Bem Morar, SOS AVC, entrega de uniformes e kits escolares e ainda poderíamos citar tantas outras ações;

- Estamos melhorando a mobilidade urbana com a construção de dois novos viadutos, e a maior obra estruturante da Capital, o Contorno Leste. No transporte público ganha destaque as estações humanizadas, os abrigos de ônibus sustentáveis que ganharam repercussão internacional, e a histórica licitação do transporte coletivo já em fase final, além de outras ações em andamento;

- Tudo isso feito com responsabilidade. Responsabilidade essa que nos permite encontrar portas abertas para continuar buscando novos investimentos;

- Para a atual gestão o mais importante é fazer a diferença na vida das pessoas, principalmente daquelas que mais precisam do poder público. E nesse sentido Cuiabá tem avançado muito mais;

- Não se trata de índices, números e planilhas frias. Se trata de investir em gente;

 - O HMC é um exemplo disso – e a população sabe bem como estava a situação da obra há três anos e o que Cuiabá tem hoje: o maior hospital público do estado e um dos melhores do país. 

- A Prefeitura não é empresa privada, não pensa como empresário. Para atual gestão, quem tem que lucrar são as pessoas;

- Por fim, salientamos que nossa gestão não tem qualquer interesse em entrar em desafios vazios, pois temos mais de 700 mil motivos para encarar desafios maiores e com fundamento;

- O desafio de continuar trabalhando, dia após dia, para que nossa pujante Cuiabá dos 300 anos esteja entre as grandes cidades e a sua população seja a grande beneficiada.

Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet