Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Segunda-feira 16 de Dezembro de 2019

0 8
:
0 7
:
3 3

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Polícia

19 Nov 2019 - 09:19

Notas e cartões falsificados são anunciados em grupos de WhatsApp de Confresa

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime.

Redação - Agência da Notícia

Agência da Notícia

As conversas foram printadas e divulgadas como alertas a usuários do aplicativo (Crédito: Agência da Notícia)

As conversas foram printadas e divulgadas como alertas a usuários do aplicativo

Publicidade

Notas de dinheiro falsificadas e cartões “frios” são colocados à venda em grupos de WhatsApp de Confresa. Em uma publicação feita no dia 18 deste mês, os anunciantes, que se identificam como “Alice” e “Kamila Te amo”, faz uma espécie de propaganda do seu negócio ilegal. 

O anunciante mostra as características das notas e a forma em que são feitas, garantindo até a qualidade da falsificação das notas. As publicações foram feitas em vários grupos de WhatsApp e facebook os usando números (65) 9 96413593 e (66) 9 9957 3435.

Os estelionatários oferecem uma tabela de preço para as notas e cartões de crédito ilícitos, e ainda divulgam promoções “leva um ganha outro”.

Os criminosos que aplicam esse tipo de golpe estão cometendo crime federal e estão sujeitos a prisão e pena de 12 anos. Já para quem adquiri o material falsificado pode pegar de 6 meses a 2 anos de prisão, mais multa.

Falsificar dinheiro é crime

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. Estará sujeito à mesma pena quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou introduzir na circulação moeda falsa. Mesmo tendo recebido de boa-fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.


Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet